Receba nossa news

  •  
  •  
Você está aqui: Home Exclusivo Beleza

Beleza

Homens precisam cuidar da pele

Homens precisam cuidar da peleProdutos devem priorizar substâncias de limpeza e hidratação

Leia mais...

Homens consomem mais

Homens consomem maisPúblico dedica-se mais aos cuidados com a beleza

Leia mais...

Cuidados com a pele no inverno

O uso do protetor solar é de suma importância, pois a incidência de raios solares continua presente em dias nublados ou chuvosos


A pele é o maior órgão do corpo humano e é constituída por três camadas: a epiderme, a derme e a hipoderme, rica em tecido adiposo. Sua superfície possui uma espécie de manto natural feito de água e óleo, que tem como função a proteção. No inverno essa produção diminui, podendo estimular a sensação de pele seca, o que favorece o surgimento de coceiras e descamação.

Segundo informa a dermatologista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Dra. Marinês Dias Ferrareto, para ter uma pele saudável, independente da estação do ano, é necessário criar o hábito diário de higienização, protegê-la com o uso frequente de protetor solar e hidratá-la com cremes adequados para cada tipo de pele.
A profissional alerta que mesmo no inverno o uso do protetor solar é de suma importância, pois a incidência de raios solares continua presente em dias nublados ou chuvosos. “É possível optar por produtos que mais se adequem a cada tipo de pele, por exemplo, quem possui a pele mais oleosa, pode optar por protetores oil free, isento de óleo em sua composição. Já aqueles com a pele mais seca, o ideal é escolher um protetor com hidratante em sua fórmula.”
Na hora da compra, ela orienta que os consumidores optem por sabonetes hidratantes e cremes com ureia e lactato de amônia na formulação. 
O inverno é uma estação que favorece os tratamentos estéticos para a pele, devido a menor incidência de raios solares e a diminuição de exposição ao sol, permitindo resultados melhores e reduzindo as chances de manchas ou outros efeitos indesejáveis. Para manter a pele saudável em todas as estações, a dermatologista Dra. Marinês orienta evitar banhos muito quentes, longos ou usar buchas e produtos esfoliantes que agridam a pele. “É importante que os pacientes não se esqueçam de ingerir muita água, ela é a melhor aliada de uma pele saudável, pois promove a hidratação de dentro para fora” finaliza a profissional.
shutterstock_25607596O uso do protetor solar é de suma importância, pois a incidência de raios solares continua presente em dias nublados ou chuvosos


Leia mais...

Bela e madura

Bela e maduraConfira o tipo certo de maquiagem para o público

Leia mais...

Higiene e prevenção

Beleza_-_DesodorantesDesodorantes fazem parte da rotina diária de homens e mulheres

As vendas de desodorantes somaram aproximadamente R$ 2 bilhões, nos últimos anos, segundo dados Nielsen. A expectativa é de que o índice aumente ainda mais, já que o Brasil é um país tropical.

Usar desodorante passou a fazer parte dos hábitos cotidianos de higiene pessoal da população e, mais que isso, é uma proteção diária preventiva. De acordo com o dermatologista chefe do departamento de dermatologia do Hospital Sírio-Libanês e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Reinaldo Tovo, existem duas variantes: os desodorantes e os antitranspirantes. “Os antitranspirantes também têm a função de desodorante, mas os desodorantes só têm uma função”, diz. Tovo fala que os antitranspirantes atuam nas bactérias causadoras dos odores desagradáveis e reduzem o volume de suor, já os desodorantes apenas mascaram o odor, com as fragrâncias, mas não reduz a secreção.

Vários formatos de desodorantes e antitranspirantes estão disponíveis no mercado. Os de contato (gel, creme, roll-on e stick) e os em spray (aerossol, squeeze e body spray). Não existe um formato que seja mais indicado que outro. Os brasileiros seguem por muito tempo uma tradição de uso, são fiéis aos que já estão adaptados, mas, em geral, os de contato são
mais eficázes.

A escolha das fragrâncias varia de acordo com as estações do ano. No verão, por exemplo, as frescas são as preferidas pelas mulheres, já os homens optam pelas mais duradouras.

Rituais de hidratação

Rituais de hidrataçãoManter a hidratação diária da pele do corpo e do rosto pode prevenir o envelhecimento precoce e doenças. Oriente suas consumidoras

Leia mais...

Mitos e Verdades sobre o cabelo

Beleza_-_Mitos_e_VerdadesSaiba mais e mantenha suas consumidoras sempre informadas.

As mulheres estão sempre em busca de tudo que possa deixar – e manter – os fios dos cabelos bonitos, bem cuidados, com brilho e maciez. No entanto, muitas crendices ainda fazem a cabeça do público feminino. Confira alguns mitos e verdades:

  • Lavar os cabelos diariamente provoca a queda?

Mito. Lavar os fios todos os dias apenas remove aqueles que já caíram. A queda, na verdade, está muito mais relacionada às questões internas (que ocorre no bulbo capilar) que aos fatores externos.

  • Água quente prejudica os fios?

Verdade. A temperatura elevada da água resseca a estrutura capilar, estimula o aumento da oleosidade e favorece a queda.

  • A limpeza diária do couro cabeludo diminui a caspa?

Verdade. Uma boa higienização do couro cabeludo com xampu adequado remove as escamas, a oleosidade e diminui a ação dos fungos e bactérias.

  • A tintura pode provocar a queda dos fios?

Mito. A maioria dos tonalizantes contém substâncias químicas como o amoníaco, que pode causar danos sérios à estrutura capilar. No entanto, tais produtos agem nos fios, não na raiz do cabelo. Por isso, não interferem na queda, mas podem provocar a quebra dos fios. Afinal todo procedimento químico podem deixar os fios mais fracos e ressecados.

  • Usar secador e chapinha aumenta a queda?

Mito. A queda de cabelo está relacionada aos problemas no couro cabeludo e não nos fios. O uso contínuo de secador e chapinha pode provocar a quebra do fio, devido à alta temperatura que danificam as proteínas capilares, tornando-os mais frágeis e quebradiços.

  • O cabelo cai mais no inverno e no verão cresce mais?

Verdade. Nos meses frios, sensores de luz localizados na pele recebem menos luminosidade.  Essa mudança diminui o estímulo da divisão celular, o que gera um número menor de fios e ainda enfraquece a raiz. Resultado: além de os fios caírem mais rápido, eles também nascem mais devagar.

Fonte: Dermatologista Vanessa Penteado, diretora médica da Clínica Pantheon

89% dos jovens com cravos e espinhas

89% dos jovens sofrem com cravos e espinhasPúblico não encara acne como uma doença

Leia mais...

Protetor solar ideal

Beleza_-_Protetor_solarDescubra como orientar corretamente o seu cliente.

Leia mais...

Nutracêutico é nova tendência no mercado

Nutracêutico é nova tendência no mercado Produtos possuem substâncias capazes de oferecer benefícios para o organismo

Leia mais...

Pele perfeita

PeleSensivel_shutterstock_51879433Dicas que favorecem a saúde e a beleza da cútis

Leia mais...

Sites do Grupo

logo-contento
logo site

Contate-nos

1396561723 social facebook box blue   1396561730 social twitter box blue   1396561765 youtube

Guia da Farmácia: Revista dirigida aos profissionais de saúde
Rua Leonardo Nunes, 198
Vila Clementino – CEP 04039-010
São Paulo – SP


Telefone (11) 5082-2200
comunicacao@contento.com.br