Receba nossa news

  •  
  •  
Você está aqui: Home Notícias Saúde Surgimento de Estrias

Surgimento de Estrias

gravida 06033Essa é uma das reclamações mais comuns, que acomete 90% das mulheres grávidas

Uma das reclamações mais comuns é a respeito das estrias, que começam a surgir com mais força no último trimestre da gestação, entre a 26ª e 27ª semana de gravidez. O problema acomete até 90% das mulheres grávidas. No entanto, há estudos que indicam alguns fatores que podem potencializar o aparecimento de estrias nesse período.

“A idade da mãe, ganho de peso excessivo durante a gravidez e o tamanho do bebê são os três principais fatores. A obesidade e o tabagismo também podem colaborar”, relata a dermatologista, Dra. Carolina Maçon.

Contrariando a lógica popular, são as mulheres mais jovens as mais propensas ao surgimento das estrias na gestação. “A idade é um fator protetor. Mulheres maduras têm 70% menos chance de sofrer com o problema, acredita-se que devido à conformação das fibras. Já pacientes mais jovens, criam um colágeno mais suscetível à ruptura”, conta a Dra. Carolina.

Quando presentes no corpo, as estrias exigem um tratamento complexo para ser retiradas, por isso é fundamental que a mulher faça um trabalho preventivo, já no início da gestação.

“O uso de hidratantes deve ser encorajado, como forma de tentar a prevenção (mantêm a pele hidratada nas áreas de risco). No entanto, só devem ser indicados procedimentos e princípios ativos sabidamente isentos de efeitos nocivos à gestante e ao seu concepto”, alerta a dermatologista, especialista em dermatologia pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Dra. Erica Monteiro.

Glicerina, cera de abelha, manteiga de karité e peptídeos de abacate são alguns ingredientes que hidratam e trazem conforto à pele. Além de serem formulados com substâncias que não causam problemas, também evitam o surgimento de alergias, muito comuns nesse período. 

“As mudanças hormonais ocorridas durante a gestação podem provocar alterações imunológicas, por isso a mulher fica mais suscetível a reações alérgicas. Deve-se evitar contato com substâncias químicas, como perfumes e corantes”, orienta a Dra. Carolina.

Veja a matéria completa: http://bit.ly/2lJ1gKv

Foto: Shutterstock

Sites do Grupo

logo-contento
logo site

Contate-nos

1396561723 social facebook box blue   1396561730 social twitter box blue   1396561765 youtube

Guia da Farmácia: Revista dirigida aos profissionais de saúde
Rua Leonardo Nunes, 198
Vila Clementino – CEP 04039-010
São Paulo – SP


Telefone (11) 5082-2200
comunicacao@contento.com.br