Receba nossa news

  •  
  •  

Mix multifocal

mix-multifocal
Soluções para lentes de contato, lágrimas artificiais e oclusores são alguns dos itens que as farmácias podem oferecer, propiciando soluções múltiplas e eficazes para a saúde dos olhos dos seus consumidores

As lentes de contato oferecem bastante praticidade e comodidade àqueles que necessitam de algum tipo de correção à visão ou apenas pretendem mudar o visual, adotando novas cores para o olhar. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria (Soblec), fornecidos pela Alcon, estima-se que, aproximadamente, 1% da população brasileira já seja usuária desses produtos, o que denota que ainda há um grande potencial de crescimento para a categoria e, consequentemente, para as soluções de limpeza. “O mercado de soluções apresentou crescimento médio de 3% ao ano nos últimos três anos”, afirma o analista de marketing da Bausch+Lomb, Fernando Chadi da Silva.

No entanto, no contingente de pessoas que usa as lentes, ainda são poucas aquelas que usam a solução na forma e quantidade adequadas. “Se considerarmos que apenas 1% da população brasileira usa lentes de contato e compararmos com o número de frascos de soluções de limpeza vendidos no mercado no ano (cerca de 4 milhões), temos uma média de dois frascos por pessoa por ano, quando este número deveria ser de, pelo menos, seis ao ano. Um frasco grande, usado de maneira correta, dura cerca de dois meses”, aponta o diretor de área de Vision Care da Alcon, Guilherme Pimentel.

Driblando a resistência aos protetores oculares

• Muitas crianças têm resistência ao uso dos oclusores, então algumas empresas têm aderido ao universo lúdico para aumentar a adesão ao tratamento. Assim, os farmacêuticos e balconistas podem mostrar as opções existentes. A AMP Soluções Terapêuticas, por exemplo, disponibiliza oclusores coloridos e temáticos.
• Lembre-se de que os oclusores precisam de exposição junto aos produtos voltados para a saúde dos olhos, como soluções para lentes de contato e lágrimas artificiais. Um grande erro que muitos PDVs comentem é expor essa categoria ao lado de curativos.
• Esteja atento à sazonalidade e aos estoques, especialmente entre os meses de junho/julho, período em que as vendas sofrem acréscimo.

 

Os protetores oculares, conhecidos por oclusores ou “tampões”, produtos que não permitem a passagem da luz nos olhos, também formam um mercado bastante promissor para as farmácias, especialmente nos meses que antecipam as férias escolares. “Como muitas cirurgias de estrabismo são realizadas no período das férias escolares no meio do ano, entre junho e julho, temos um aumento considerável das vendas de oclusores nesta época e as farmácias, que representam 97% das vendas da categoria, precisam estar sempre abastecidas”, aconselha o diretor da AMP Soluções Terapêuticas, José Américo Madeira Pinto Jr. Segundo ele, a produção desses produtos atinge entre 40 mil e 45 mil unidades por mês. No entanto, em épocas de sazonalidade (entre junho e julho), a produção chega a 60 mil unidades.

Dúvidas frequentes sobre a saúde da visão

1) Oclusores
Quantas vezes ao dia o protetor ocular (oclusor) deve ser substituído?
Sempre que descolarem da face; quando estiverem molhados por suor ou lágrimas; e antes do banho ou piscina.
Como o protetor ocular deve ser colado e retirado?
A região deve ser lavada, garantindo a não existência de cremes para melhor aderência do produto. Para melhor remoção, o ideal é retirar a ‘‘fita’’ com delicadeza, começando pelas bordas próximas ao nariz. Se necessário, pode-se ter o auxílio de óleos infantis.

2) Assepsia das lentes de contato
Quais os cuidados que se deve ter com os estojos das lentes?
O estojo deve ser lavado uma vez por semana com o próprio produto da lente e uma escovinha que deverá ser usada somente para esta finalidade, ou com água e sabão neutro. E, antes de guardar as lentes, o estojo deve estar devidamente seco. A troca deve ser feita a cada três meses de uso.
Qual a maneira correta de promover a assepsia das lentes com as soluções únicas?
Assim que retirar as lentes dos olhos, friccionar a lente na palma da mão com uma porção nova da solução de limpeza dos dois lados da lente. Depois enxaguar. As lentes precisam ser guardadas por até 6 horas, para que se possa cumprir a etapa de desinfecção, sempre descartando a solução que ficou no estojo a noite toda.

3) Lágrimas artificiais
Quantas vezes ao dia as lágrimas artificiais podem ser usadas?
A frequência de instilação das lágrimas artificiais é variável e vai depender dos sintomas e da indicação para o seu uso. Nos casos graves de olho seco, por exemplo, pode ser necessária a instilação até de hora em hora.

 

Fontes: médica oftalmologista e doutora na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Dra. Myrna Serapião; consultora técnica da Bausch+Lomb, Viviane Nishida; e diretor da área de Vision Care da Alcon, Guilherme Pimentel

 

Lágrimas artificiais complementam o portfólio

Com a umidade relativa do ar cada vez mais baixa por conta da escassez de chuvas, é natural que a procura de produtos como lágrimas artificiais aumente no PDV. Para potencializar as vendas da categoria, a primeira ação é garantir que esses itens estejam no autosserviço. Além disso, para os produtos isentos de prescrição, as farmácias podem desenvolver ações complementares para potencializar as vendas, conforme ensina o gerente de trade marketing – farma da Allergan, Pierre Costa. “Para alguns produtos, como o FrexClean, é possível fazer até um dia de demonstração em loja. Isso ajuda os pacientes a terem contato com o produto antes de comprá-lo. As lojas podem, ainda, categorizar toda a linha da oftalmologia no intuito de proporcionar uma experiência diferenciada”, diz.

 

Sites do Grupo

logo-contento
logo site

Contate-nos

1396561723 social facebook box blue   1396561730 social twitter box blue   1396561765 youtube

Guia da Farmácia: Revista dirigida aos profissionais de saúde
Rua Leonardo Nunes, 198
Vila Clementino – CEP 04039-010
São Paulo – SP


Telefone (11) 5082-2200
comunicacao@contento.com.br