10 dicas para evitar o aparecimento de espinhas

A acne é o problema de pele de maior queixa nos consultórios dermatológicos. A Drª. Kédima Nassif traz algumas dicas para evitar o surgimento de cravos e espinhas

Ficar de olho em dicas valiosas para evitar espinhas é essencial, afinal, todo mundo quer passar o verão com a pele bonita, certo? Para isso, devemos nos prevenir de um dos problemas de pele mais comuns: a acne. Trata-se de uma lesão causada pelo aumento da produção de sebo vinda das glândulas sebáceas.

Esse excesso de oleosidade, que é estimulado pelo calor de verão, obstrui os poros e aumenta a proliferação de bactérias, resultando, assim, nos comedões, que chamamos mais comumente de cravos. Quando ocorre inflamação, chamamos, então, de espinha.

Assim, para evitar o problema, a Dra. Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), traz algumas dicas. Acompanhe:

1. Lave o rosto corretamente

Para manter o rosto sempre lisinho e livre da acne, é fundamental manter a higiene da pele em dia, e não apenas tratar da acne quando ela aparecer. Portanto, um rosto mal higienizado é um rosto propenso à acne.

Então, lave o rosto duas vezes ao dia com sabonete especial e evite ficar passando a mão na face para não transferir as inúmeras bactérias e sujeiras.

2. Tenha uma alimentação saudável

Alimentos de alto índice glicêmico aumentam o risco de desenvolver acne, além de agravar as espinhas e cravos já existentes. A dieta de quem quer ter uma pele impecável deve conter bastante verduras e legumes. Esses nutrientes, então, combatem o envelhecimento e renovam as células da epiderme. Invista também em alimentos ricos em vitaminas A, C e E, que têm ação antioxidante e bactericida.

3. Beba água

Para ter uma pele limpa e saudável, é preciso estar bem hidratado; isso faz uma grande diferença. O ideal é tomar de três a quatro litros de água por dia.

4. Nunca durma de maquiagem

Os cosméticos entopem os poros do rosto e não permitem que as células da pele respirem corretamente. Assim, antes de dormir, lave o rosto com água morna e utilize um adstringente. Isso porque isso ajudará a remover as impurezas.

5. Esfolie

O esfoliante ajuda a remover as células de pele mortas, tornando-a lisa e macia. Faça, então, esfoliação uma vez por semana ou conforme orientação médica.

6. Invista em cremes específicos

Utilize produtos em sérum ou gel e que contenham niacinamida (Vitamina B3), pois ajuda a melhorar a aparência da pele e tem, também, um  poder anti-inflamatório.

7. Utilize retinóides tópicos

Fórmulas com retinóides e peróxido de benzoíla , portanto, são ótimas para tratar a acne, principalmente quando surgem na área T (queixo, nariz e testa).

Os retinóides têm efeito queratolítico, ou seja, afinam a pele, diminuindo a formação dos cravos e a inflamação cutânea. Já peróxido de benzoíla tem efeito secativo e combate as bactérias causadoras das espinhas.

8. Experimente trocar as fronhas com frequência

Ficar muito tempo usando a mesma fronha pode atrapalhar. Mas, muitas vezes, resquícios de produtos de cabelo, poeira e até bactérias presentes no tecido podem , dessa maneira, se acumular e acabar invadindo a pele durante o sono, contribuindo, assim, para mais oleosidade e impurezas na pele.

9. Jamais esprema espinhas

As espinhas são inflamações, então, ao estourá-las, você força o pus a sair, deixando a pele machucada e com uma ferida aberta. Todavia, as bactérias que estão nas mãos e embaixo das unhas podem entrar na pele e agravar o quadro de acne.

Além disso, ao espremê-las, também se está empurrando o sebo para mais fundo na pele, o que pode provocar cicatrizes.

10. Visite um médico

A visita ao dermatologista é essencial para garantir que o tratamento adequado seja indicado. Após conversa com o paciente, é possível, então, identificar alguns gatilhos que estejam piorando a questão das espinhas.

O processo inflamatório responsável pelas espinhas e cravos 

Foto: Shutterstock

Fonte: Drª. Kédima Nassif.

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário