fbpx

3 dicas para melhorar a alimentação infantil

Cuidar da alimentação infantil desde cedo dos pequenos é investir em bons hábitos alimentares quando forem adultos. Entenda o conceito QQV

Manter um hábito alimentar saudável é importante em qualquer fase da vida para garantir a saúde, mas essa realidade é muito mais desafiadora quando se trata de uma alimentação infantil.

A má alimentação nos primeiros anos de vida pode trazer danos significativos para o desenvolvimento infantil.

Diversas doenças, como desnutrição, anemia e obesidade, podem ser desenvolvidas pela falta de nutrientes, quantidades erradas e excesso de alimentos calóricos com pouca representatividade nutricional.

Mas o que é realmente importante levar em consideração para garantir que a alimentação das crianças seja realmente saudável?

Alguns critérios simples podem, contudo, ajudar nesse processo e auxiliar.

E dessa maneira, pais e cuidadores entendem como tornar a alimentação mais completa e garantir, assim, todos os nutrientes para o desenvolvimento infantil.

Eles podem ser resumidos em três pilares representados por três letras: “QQV”- Qualidade, Quantidade e Variedade.  

Algumas dicas ajudam a colocar o conceito QQV em prática na alimentação infantil:

Qualidade

As crianças reproduzem os comportamentos dos adultos.

A família é o modelo que eles acabam seguindo.

É muito importante levar em consideração que o ambiente familiar deva ser propício para que a alimentação saudável aconteça.

Investir no consumo variado de alimentos frescos é, portanto, fundamental.

E esse é o principal caminho para que a alimentação das crianças tenha qualidade. 

Quantidade

Focar a atenção na hora de comer ajuda a controlar a quantidade, se a criança come com atenção e mastigando bem os alimentos elas conseguem controlar a quantidade e não come além do necessário.

Para o controle da quantidade, a dica é não obrigar a criança a comer tudo que está no prato.

O ideal é disponibilizar produtos saudáveis, mas são as crianças que devem ter autonomia para dizer quando estão satisfeitos ou quando não gostam de algo.

Variedade

É preciso investir na variedade.

Os pais sempre devem oferecer alimentos diversos com diferentes cores, formas, texturas, sabores e formas de preparos.

As crianças precisam conhecer os diferentes tipos de alimentos e a partir disso escolher qual agrada mais o  paladar.

Incluir a criança na hora da compra e no preparo das refeições também são boas estratégias, quando ela se sente parte a chance de provar alimentos variados aumenta.

Fonte: Danone Nutricia

Foto: Shutterstock

Deixe um comentário