Abbott lança plataforma molecular para testes rápidos de infecções respiratórias

A nova plataforma molecular da Abbott identifica infecções como a influenza, o vírus sincicial respiratório e Estreptococo do grupo A, com resultados em menos de 15 minutos

A Abbott lança no Brasil sua plataforma molecular point of care ID NOWTM com testes para a detecção rápida de doenças respiratórias, como a gripe, bronquiolite e a faringoamigdalite. A plataforma ID NOW é um sistema de diagnóstico molecular isotérmico rápido para a detecção qualitativa de doenças infecciosas. A tecnologia avançada do sistema fornece resultados em apenas alguns minutos, permitindo que os médicos tomem decisões clínicas mais eficazes durante a visita do paciente.

A influenza é uma das doenças virais mais prevalentes e potencialmente mortais no mundo. De acordo com o Ministério da Saúde, somente em 2018 foram registrados mais de mil óbitos por influenza no Brasil. No entanto, a maioria das pessoas nunca fez um teste para identificar a gripe. A falta de diagnóstico ou diagnósticos incorretos podem levar a um tratamento inadequado. Além disso, eles podem causar a incapacidade de interromper a transmissão da infecção.

Os testes ID NOW, da Abbott, oferecem a detecção e diferenciação molecular mais rápida de Influenza A e B, em menos de 15 minutos, com uma identificação precoce de resultados positivos em cinco minutos. Os testes para diagnóstico do vírus sincicial respiratório (VSR), que é o principal causador da bronquiolite, apresentam resultados em 15 minutos ou menos. Já o teste para detectar a Estreptococo do grupo A, principal causa de faringite bacteriana (dor de garganta), é duas vezes mais rápido que outros testes moleculares disponíveis. O resultado sai em em seis minutos ou menos, com resultados positivos em menos de dois minutos. Dessa forma, sem necessidade de confirmação de cultura para resultados negativos.

Velocidade e eficácia na plataforma molecular da Abbott

“O sistema ID NOW combina velocidade e eficácia para uma entrega ágil de resultados moleculares. Isso pode ser crucial para uma tomada de decisão mais rápida e precisa em relação ao tratamento”. Assim, afirma o diretor de marketing para mercados emergentes da divisão de diagnósticos rápidos da Abbott, Arthur Zeraib. “Agora estamos disponibilizando essa tecnologia inovadora no Brasil. Assim, visando melhorar o padrão de atendimento e reduzir a ameaça de epidemias virais”. A plataforma molecular pode ser usada em diversos ambientes de saúde. Esses ambientes incluem clínicas, consultórios, hospitais, laboratórios e outros lugares que necessitem de diagnóstico próximo ao paciente.

“Estudos revelam que diagnósticos baseados somente na análise clínica do médico têm um índice de assertividade de apenas 29%. A possibilidade de obter resultados rápidos e com precisão molecular em apenas cinco minutos, identificando a presença de infecções pelo vírus influenza, vírus sincicial respiratório e pelo Estreptococo do grupo A, é um desenvolvimento revolucionário. Dessa forma, permitindo uma tomada de decisão mais ágil e assertiva”, conta o professor especialista em pediatria e infectologia e diretor do departamento de pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Dr. Paulo Marco Aurélio Sáfadi. “O teste rápido também possibilita a redução do uso inapropriado e abusivo de antibióticos. Afinal, isso pode ocorrer quando o tratamento é baseado exclusivamente nos sintomas do paciente”.

Foto: Shutterstock
Fonte: Abbott

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário