Destaques & lançamentos

AbbVie compra a biofarmacêutica Mavupharma

A biofarmacêutica Mavupharma, comprada pela AbbVie, tem como foco o desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas no combate ao câncer

A biofarmacêutica AbbVie anunciou a compra da também biofarmacêutica Mavupharma, que tem como foco o desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas no combate ao câncer. Seu alvo são os genes de estimulação de interferon, chamados de Stimulator of Interferon Genes (STING).

A via de sinalização celular STING desempenha um papel importante na criação de uma resposta imunológica. Essa resposta é direcionada aos tumores e tem se mostrado promissora em vários tumores. Dessa forma, esta abordagem tem potencial para aumentar a suscetibilidade de tumores e aumentar as opções de tratamento para os pacientes.

“A visão da AbbVie para oncologia é avançar em áreas da ciência que sejam transformadoras para que tenhamos um portfólio de terapias inovadoras no combate ao câncer”, afirmou o vice presidente de descoberta em oncologia da AbbVie, Steve Davidsen. “A plataforma da Mavupharma tem o potencial de avançar nosso portfólio de imuno-oncologia. Além disso, a plataforma pode contribuir com o desenvolvimento de medicamentos transformadores para os pacientes”.

A principal molécula em desenvolvimento pela Mavupharma é a MAVU-104. Ele é um medicamento oral, primeiro em sua classe, inibidor de ENPP1, enzima envolvida na regulação genes de STING. Inibir a atividade da ENPP1 com MAVU-104 permite um aumento altamente controlado da sinalização celular via STING nos tumores. Dessa forma, sem a necessidade de injeções.

A AbbVie tem construído sua posição de liderança em oncologia. Sua expertise global permitirá o desenvolvimento acelerado de nosso portfólio”, afirmou o ex-presidente e co-fundador do Mavupharma, Michael Gallatin.

“Temos dado grandes passos no desenvolvimento dos novos moduladores STING e no avanço de MAVU-104 para uso clínico. Temos confiança na capacidade da AbbVie de continuar o avanço desta importante ciência para benefício dos pacientes”, acrescentou o co-fundador da Mavupharma, Gregory Dietsch.
Os termos financeiros da transação não foram divulgados.

Foto: Shutterstock
Fonte: Guia da Farmácia

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário