AbbVie lança desafio virtual “Não ignore sua dor nas costas”

O desafio virtual é feito em uma plataforma online, onde, partir de um game, a pessoa tem um diagnóstico se está ou não com Espondilite anquilosante

A dor nas costas é  uma  das  queixas  mais comuns nos consultórios médicos, podendo ser resultado de um trauma, má postura  ou até sinal de uma doença reumática, a espondilite anquilosante.

Para disseminar informações sobre a doença, indicar os sintomas mais frequentes e reforçar a importância do diagnóstico precoce, a farmacêutica AbbVie lança o desafio virtual “Não Ignore sua Dor nas Costas”, em parceira com a empresa de experiências de recreação e entretenimento Escape 60.

Maio é o mês dedicado à conscientização da espondilite anquilosante e, por isso, foi escolhido para o lançamento do desafio virtual.

“Com este formato inovador, queremos levar ao público mensagens de saúde e conscientização sobre doenças autoimunes, como a espondilite anquilosante, que precisam ser diagnosticadas de forma rápida para que pacientes recebam tratamento adequado”, afirma Sérgio Pacheco, diretor de Imunologia da AbbVie Brasil.

game ficará no ar por três meses, a partir de maio, e pode ser acessado pelo endereço www.escape60.com.br/naoignoresuadornascostas.

O desafio virtual da AbbVie

O jogo desafia o usuário a ajudar o personagem André Silva, jovem adulto que há meses vem reclamando de uma dor nas costas persistente, que piora com repouso e melhora com atividades físicas.

A enigmática dor atrapalha até a rotina de trabalho de André e suas noites de sono.

A cada código desvendado, o jogador passa a identificar sinais e sintomas de uma doença crônica, que inflama articulações da coluna e da região lombar, além de ombros e joelhos.

Ao final da dinâmica, André descobre o diagnóstico e o especialista mais indicado para tratá-lo, o reumatologista.

Espondilite anquilosante

 A dor persistente nas costas, que melhora com exercícios físicos e piora com repouso, é um dos sinais da espondilite anquilosante.

De modo lento e progressivo, a dor se espalha pelas nádegas até alcançar a parte posterior das coxas.

Contudo, com a dor, vem a rigidez matinal que persiste por cerca de 30 minutos, após acordar.

No entanto, além das costas, a doença pode afetar quadris, joelhos, ombros e outras regiões do corpo.

A espondilite anquilosante é uma doença inflamatória crônica de origem autoimune que afeta os tecidos conjuntivos, especialmente as articulações sacroilíacas (na região das nádegas e lombar), causando uma série de limitações.

Com o passar do tempo, os ossos das vértebras crescem e formam nódulos, fundindo-se uns aos outros, causando rigidez e dificuldade de movimentos. O paciente pode ficar tão curvado que fica impossibilitado de olhar para frente (somente para baixo).

A espondilite anquilosante acomete principalmente adultos jovens do sexo masculino e também é de quatro a cinco vezes mais comum em homens do que mulheres.

Os primeiros sinais podem surgir no final da adolescência, sendo mais frequente entre 17 e 45 anos de idade. A causa é ainda desconhecida— pode haver predisposição genética — e não há cura, mas há tratamento.

Não Ignore Sua Dor nas Costas  

Um questionário simples, que faz parte do jogo, pode, então, indicar que está na hora de procurar um especialista, ao responder “sim” a quatro delas:

  1. A dor nas costas começou antes dos 40 anos de idade?
  2. A dor nas costas aumentou com o tempo, gradualmente?
  3. A dor nas costas diminui com exercícios físicos?
  4. Com repouso (dormir), a dor nas costas não melhora?
  5. A dor nas costas perdura durante a noite e melhora após levantar?

Fonte: AbbVie Brasil

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário