Abrafarma debate com governo e setores abastecimento de remédios

Entidade recomenda bom senso na compra de tais produtos e solicita à população que não estoque qualquer tipo de suprimento

Diante do novo Coronavírus, a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) informa que está cooperando com o poder público para garantir, por meio de suas 26 redes associadas, o abastecimento de itens de primeira necessidade, como medicamentos e produtos de higiene. A entidade, no entanto, recomenda bom senso na compra de tais produtos e solicita à população que não estoque qualquer tipo de suprimento.

As estratégias para evitar a falta de remédios, itens de higiene e também de alimentos nos pontos de vendas do Estado de São Paulo foram debatidas em conjunto, nesta segunda-feira, dia 16 de março, durante reunião entre o governador João Dória Junior e representantes da indústria e varejo dos respectivos setores. No encontro, foi ressaltado que a situação está e continuará sob controle.

Sobre a possível elevação de preços de itens como álcool em gel, máscaras ou qualquer outro tipo de material de prevenção ao Covid-19, a Abrafarma alerta à população que denuncie valores abusivos. “Vamos enfrentar essa crise e ajudar a todos seguindo as recomendações dos órgãos de saúde e, sobretudo, com bom senso e solidariedade”, declara o CEO da entidade, Sergio Mena Barreto.

Foto: Shutterstock

Fonte: Abrafarma

 

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário