Anvisa aprova primeiro genérico brasileiro de prevenção do HIV

Medicamento será distribuído pelo SUS

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acaba de registrar o primeiro genérico para prevenção da infecção pelo vírus HIV fabricado no Brasil. O medicamento, composto por dois fármacos (entricitabina e tenofovir) foi desenvolvido pela Blanver e, quando tomado diariamente, pode ser mais um elemento para redução das chances de se contrair a doença. A fórmula bloqueia a ação das enzimas que permitem ao RNA se replicar nas células hospedeiras, diminuindo a carga viral no corpo do paciente.

O medicamento deverá ser distribuído pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a partir do segundo semestre do ano, por meio de uma Parceria de Desenvolvimento Produtivo (PDP) já aprovada. O laboratório transferirá a tecnologia e o conhecimento para a produção do medicamento ao Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), braço da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). E, também, prevê disponibilizar o medicamento para a venda em canais privados.

“A Blanver é uma empresa nacional que sempre se norteou pela qualidade e inovação, e que viabilizará a produção e distribuição no Brasil de um medicamento importante para ajudar no combate de novas incidências da doença, a um custo mais acessível”, explica o CEO da Blanver, Sérgio Frangioni.

Inicialmente, o genérico será direcionado, principalmente, aos cidadãos que estão em grupos de risco. Segundo o Ministério da Saúde, as maiores incidências da doença estão entre homens que fazem sexo com homens (10,5%) e usuários de drogas (5,9%).

Fonte: Assessoria de Imprensa Blanver (Economídia)
Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário