Anvisa autoriza pesquisa clínica da vacina Butanvac

Dividida em três etapas, a pesquisa clínica pretende envolver 6 mil voluntários com 18 anos ou mais

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu a autorização para a pesquisa clínica da vacina Butanvac, do Instituto Butantan.

Com isso os testes com a vacina em humanos poderão ter início no Brasil.

Antes de iniciar a vacinação dos voluntários, o Butantan ainda apresentará algumas informações complementares sobre testes em andamento com a vacina.

Logo em seguida, o Butantan deve, então, iniciar a aplicação experimental da Butanvac.

Esta será a primeira vez que a Butanvac será aplicada em humanos e por isso serão conduzidas as fases clínicas 1 e 2.

Para a autorização do estudo clínico a Anvisa e Butantan realizaram ao longo dos últimos dois meses uma intensa troca de informações e de reuniões com objetivo de que todos aspectos do estudo estivessem claros e com garantias de segurança aos voluntários.

A anuência da pesquisa será publicada nesta quinta-feira (10) no Diário Oficial da União.

Anvisa autoriza pesquisa clínica da Butanvac

A pesquisa clínica de fase 1 e 2 da Butanvac está dividida em três etapas (A, B e C).

Contudo, neste momento, está autorizada a etapa A do estudo que vai envolver 400 voluntários.

Dessa maneira, ao todo, a fase clínica 1 e 2 tem previsão de 6 mil voluntários com 18 anos ou mais.

A vacina será, então, aplicada com duas doses em um intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda dose.

O estudo deve ser realizado no Hospital das Clínicas (FMUSP) e no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

A Agência vem trabalhando ininterruptamente na avaliação de todos os dossiês referentes aos produtos relacionados ao combate à Covid-19 que lhe foram apresentados.

SP começa a produzir hoje 1 milhão de doses da vacina Butanvac 

Fonte: Ministério da Saúde

Foto: Diário do Nordeste / Divulgação Governo de SP

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário