Anvisa autoriza testes clínicos da vacina da Sanofi contra Covid-19 no Brasil

Cerca de 150 voluntários serão selecionados na Bahia, em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e no Rio de Janeiro

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta terça-feira (6), testes clínicos da vacina da Sanofi Pasteur contra a Covid-19 no Brasil.

A saber, este é o oitavo ensaio de vacina aprovado pela agência em solo brasileiro.

Os testes vão reunir 150 voluntários com no mínimo 18 anos de idade e serão conduzidos nos estados da Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e também do Rio de Janeiro.

O ensaio aprovado no Brasil é de fase 1/2 e vai testar três diferentes dosagens da vacina, para definir a dose ideal antes de prosseguir, portanto, para um estudo de fase 3, última etapa.

Serão duas doses, administradas com intervalo, então, de 21 dias.

Todavia, a Anvisa não informou a data de início dos testes nem se haverá grupo placebo (que recebe uma substância inativa para comparação dos resultados).

A candidata da Sanofi usa a tecnologia de RNA mensageiro encapsulado dentro de um uma nanoarticulação lipídica (LNP).

As vacinas da Moderna e da Pfizer usam também a mesma tecnologia.

A nível global, a vacina será testada também nos Estados Unidos, Honduras e Austrália.

O desenvolvimento clínico está sendo patrocinado pela Sanofi.

Então, se aprovada, a candidata será fabricada pelas empresas Translate Bio, nos Estados Unidos, a Evonik Canada Inc., no Canadá, e a própria Sanofi, sediada na França e nos Estados Unidos.

Vacinas testadas no Brasil

Este é o oitavo estudo de vacina contra a Covid-19 autorizado pela Anvisa.

Os estudos aprovados anteriormente foram:

  1. 2 de junho de 2020: ensaio clínico da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a empresa AstraZeneca (concluído/está sendo aplicada no Brasil)
  2. 3 de julho de 2020: vacina da Sinovac Research & Development Co Ltd, e parceria com o Instituto Butantan (concluído/está sendo aplicada no Brasil)
  3. 21 de julho de 2020: vacina da Pfizer/BioNTech (concluído/está sendo aplicada no Brasil)
  4. 18 de agosto de 2020: a vacina da Janssen-Cilag/Johnson (concluído/está sendo aplicada no Brasil)
  5. 8 de abril de 2021: vacina da Medicago/GSK (fase 3)
  6. 16 de abril de 2021: vacina da Sichuan Clover Biopharmaceuticals, a SCB-2019 (fase 3)
  7. 13 de maio de 2021: Covaxin (fase 3)

As vacinas da Pfizer/BioNTech e da AstraZeneca/Oxford já obtiveram, portanto, registro definitivo de uso junto à Anvisa.

Já a CoronaVac e a vacina da Johnson/Janssen têm autorização para uso emergencial.

A saber, atualmente, o Plano Nacional de Imunização (PNI) usa quatro vacinas na população brasileira: CoronaVac, Oxford, Pfizer e Johnson.

Fonte: G1

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário