Anvisa disponibiliza o rastreamento de medicamentos por aplicativo

O processo ainda está sendo desenvolvido e o rastreamento de medicamentos deve estar em operação até 2022

Quem deseja ter mais controle sobre o medicamento que está tomando, agora já consegue. Um novo sistema de rastreamento foi criado para dar mais segurança ao consumidor e evitar a venda de medicamentos falsificados ou roubados.

A lei 11.903 que cria essa exigência foi sancionada em 2016. O processo ainda está sendo desenvolvido e implantado nas indústrias e tem que estar em operação até 2022.

Cada embalagem vai ganhar um código parecido com o “QR”. Ali, estarão a data de validade, o lote e o número de série daquela caixa.

Os rastreamentos acontecerão por meio de tecnologia de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados, nos produtos farmacêuticos no território nacional. O código de barras bidimensional é a tecnologia para a captura e o armazenamento de instâncias de eventos necessários ao rastreamento de medicamentos.

O sistema de rastreamento foi desenvolvido em parceria pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), e pelo Hospital das Clínicas de São Paulo.

Foto: Shutterstock
Fonte: G1

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário