Anvisa orienta sobre a venda de medicamentos controlados

No portal Gov.br o farmacêutico pode consultar informações a respeito de medicamentos controlados

Para saber mais sobre a venda de medicamentos controlados e antimicrobianos no Brasil agora é possível acessar o portal de serviços do Governo Federal (Gov.br)e o Portal Brasileiro de Dados Abertos.

Neles o farmacêutico e o público em geral encontrará diversas informações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a comercialização de fármacos no país, de forma bastante detalhada.

Como fazer a pesquisa sobre medicamentos controlados na Anvisa?

É preciso acessar o portal Gov.br, ir até a área “Saúde e Vigilância”, selecionar o item “Fiscalização” e, em seguida, “Medicamentos e Produtos para Saúde”. Em seguida, clique em “Consultar dados de vendas de medicamentos controlados, antimicrobianos e outros”.

Nesta área, selecione “Iniciar”. Feito isso, você terá acesso a duas opções de pesquisa: venda de medicamentos industrializados e venda de medicamentos manipulados.

Entrando em qualquer uma dessas áreas, é possível fazer o levantamento de dados sobre a quantidade de fármacos vendidos no país, por estado e município, ano e princípio ativo, entre outros.

O sistema permite, ainda, a geração de relatórios e gráficos.

Já no portal brasileiro de dados abertos, as bases de dados estão disponíveis em forma de arquivos para download, que possibilitam a realização de diferentes tipos de análises e pesquisas.

Bancos de dados

As novidades integram os bancos de dados do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC), que engloba informações provenientes de farmácias e drogarias privadas, e do Datavisa, que comporta referências do cadastro de medicamentos registrados.

Os dados do SNGPC são objeto frequente de solicitações que, até então, eram atendidas por meio da análise individual. Por isso, a publicação de informações no Gov.br e no portal brasileiro de dados abertos não só democratiza de forma inédita o acesso aos dados, como também traz referências importantes para a realização de pesquisas epidemiológicas a respeito do consumo de medicamentos controlados e de antimicrobianos no país.   

Assim, a iniciativa representa um sólido avanço para o processo de transparência ativa da Agência, ao mesmo tempo em que se integra à estratégia do governo digital.

A arquitetura dessas soluções foi desenvolvida pela equipe de Inteligência de Dados da Gerência Geral de Gestão do Conhecimento, Inovação e Pesquisa (GGCIP), em parceria com a Gerência Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária (GGMON) e a Gerência de Produtos Controlados (GPCON), com o apoio da Gerência Geral de Tecnologia da Informação (GGTIN).

 

Como atender a terceira idade na farmácia?

 

Fonte: CRF-RJ

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário