fbpx

Bayer fala sobre o lançamento de medicamentos durante a pandemia

No mundo, são mais de 170 produtos no portfólio da Bayer, e no Brasil, mais de 35

A farmacêutica Bayer, focada em saúde e nutrição, obteve no ano fiscal de 2019 vendas de € 43.5 bilhões, com investimentos que totalizaram € 2,9 bilhões e despesas com Pesquisa & Desenvolvimento que somaram € 5,3 bilhões.

 

No Brasil, a divisão farmacêutica da companhia possui uma fábrica na Av. Cancioneiro, em Santo Amaro (SP), especializada na produção de medicamentos hormonais sólidos, como pílulas anticoncepcionais. Este parque fabril conta com capacidade produtiva superior a 2 bilhões de comprimidos e/ou 120 milhões de blisters (cartelas de comprimidos), que atendem o mercado nacional e também a países da América Latina e Ásia. Hoje, a empresa está presente em mais de 70 mil pontos de venda (PDVs) por todo o Brasil.

 

“Hoje, na divisão farmacêutica, responsável por todo o portfólio de medicamentos prescritos do Grupo Bayer, atuamos em diversas áreas terapêuticas globalmente. No Brasil, as principais delas são Cardiologia, Oftalmologia, Saúde Feminina, Oncologia e Hemofilia. Em Saúde Feminina, por exemplo, o carro-chefe é o DIU hormonal Mirena®. Na Cardiologia, o carro-chefe é Xarelto® (rivaroxabana), um dos medicamentos mais vendidos do País. Ele é o primeiro inibidor oral direto do fator Xa a prevenir e tratar coágulos sanguíneos”, contou o presidente da divisão farmacêutica da Bayer Brasil e América Latina, Adib Jacob.

 

Portfólio Bayer

Já entre os medicamentos e produtos sem prescrição, os destaques são: Aspirina, Flanax, Bepantol – divididos entre o creme antiassaduras Bepantol Baby e toda a linha de dermocosméticos hidratantes Bepantol Derma -, Redoxon Tripla Ação, Supradyn e a linha de antifúngicos Canesten.

“No mundo, são mais de 170 produtos no portfólio da Bayer, que tem marcas icônicas e muito inovadoras. No Brasil, atualmente, são 35 produtos entre as categorias de analgésicos, anti-inflamatórios, antialérgicos, dermatológicos, ginecológicos e vitaminas”, pontuou o general manager da divisão Consumer Health da Bayer Brasil, Sydney Rebello.

 

Lançamentos

Entre 2020 e 2021 a farmacêutica planeja seis lançamentos. Alguns deles, inclusive, já chegaram ao mercado. Além do recente lançamento de Vitrakvi® (larotrectinibe), no fim de 2019, para o tratamento de pacientes adultos e pediátricos com tumores sólidos localmente avançados ou metastáticos que apresentam uma alteração em um gene chamado NTRK, neste ano a Bayer já apresentou o Nubeqa® (darolutamida), medicamento oral que além de atrasar o tempo de aparecimento de metástases, melhora a qualidade de vida e reduz o risco de morte em pacientes com câncer de próstata não metastático resistente à castração; a nova indicação de Xarelto® para a proteção vascular de pacientes com Doença Arterial Coronariana (DAC) e Doença Arterial Periférica (DAP); e Kyleena®, novo DIU hormonal que apresenta o menor tamanho e menor dose hormonal do mercado, em comparação com os demais dispositivos intrauterinos.

“Interessante mencionar que esses três lançamentos aconteceram agora, neste período de pandemia, então tivemos um desafio adicional de fazer tudo virtualmente, e acredito que temos nos saído muito bem. Apenas para ilustrar, no evento virtual de lançamento de Kyleena®, que ocorreu em 28 de maio, tivemos a participação de mais de 5 mil médicos ginecologistas. Além disso, vale citar que, no início deste ano, recebemos a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para dois medicamentos na área de Hemofilia: Kovaltry® e Jivi®. Nossas principais apostas são em Oncologia, Cardiologia, Hematologia e Saúde Feminina”, pontuou Adib.

 

Mudanças trazidas com a pandemia

Com a chegada da pandemia, algumas mudanças ocorrem no parque fabril. “Realizamos mudanças profundas para minimizar os riscos de infecção em todas as unidades da empresa. Os colaboradores da Bayer foram incentivados a trabalhar em casa, sempre que possível. Para os profissionais que só podem desempenhar suas funções dentro das instalações da empresa; como é o caso de algumas funções que atuam na Cancioneiro; foram implementadas práticas aprimoradas de segurança e distanciamento social, como: garantir o menor número possível de indivíduos circulando pelas unidades; distanciamento de ao menos dois metros entre as pessoas em espaços de trabalho e refeitórios”.

 

“Além disso, fizemos recomendação para não permanecer mais de 15 minutos em locais fechados com outros colaboradores; higienização constante dos ambientes; uso da etiqueta de higiene (como cobrir com o antebraço ou lenço descartável os lábios e narinas ao tossir e espirrar); além do uso obrigatório de máscaras. Implementamos também a medição de temperatura com termômetros digitais em todas as pessoas que entram nas dependências da Bayer”, contou Jacob.

 

Bayer adquire KaNDy Therapeutics 

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Gabriel Reis

Deixe um comentário