Bepantol Derma apresenta os resultados de estudo inédito sobre a pele da mulher brasileira

Levantamento do IBOPE encomendado pela marca revela que 61% das brasileiras consideram que uma hidratação só é eficaz quando ela é profunda

Realizada em janeiro deste ano, com duas mil mulheres de todo o Brasil, de classes A, B e C, com mais de 16 anos, a pesquisa aponta que 61% das brasileiras consideram que uma hidratação só é eficaz quando ela é profunda.

A saber, a afirmação confirma o que especialistas sugerem sobre o cuidado com a saúde da pele.

“Para hidratar verdadeiramente a pele é preciso atuar nas camadas mais profundas. O Dexpantenol Repair Complex age na causa principal da pele seca, restaurando a pele de dentro para fora, auxiliando no processo de restauração natural e evitando a perda de água”, explica a dermatologista Juliana Machado Canosa, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Gerente Médica da Bayer.

A pesquisa também revela que 78% das entrevistadas consideram que pele impacta na autoestima, confiança e na forma como se enxergam.

E, 37% das entrevistadas afirmam que quando a pele está com um aspecto ruim, elas não se sentem confortáveis em usar roupas que as expõem muito.

O estudo também avaliou a percepção das mulheres sobre o quanto o clima da região onde elas moram interfere na saúde e no estilo da pele.

De acordo com as respostas, 54% das mulheres do Norte e do Centro-Oeste.

E 51% das entrevistadas do Nordeste afirmam que o clima da região tende a deixar a pele muito mais seca.

Entre as mulheres da região Sul, 46% afirmam que o clima não interfere na pele, enquanto que, entre as mulheres da região Sudeste, a opinião se divide:

35% afirmam que o clima da região onde vivem tende a deixar a pele muito mais seca.

31% que o clima tende a deixar a  pele muito mais oleosa.

Já 34% não acham que o clima interfere, pois cada pessoa tem um tipo de pele.

Influência do clima  

O clima é sim um fator que afeta a pele, e seus efeitos podem ser sentidos mais rapidamente do que de outros agentes agressores externos, como a poluição.

Variações de temperatura e umidade interferem, sobretudo, no que diz respeito à hidratação e sensibilidade da pele.

Regiões de clima mais seco podem favorecer o ressecamento da pele, fator que é agravado pelo hábito de tomar banhos mais quentes.

Estudo da Bepantol sobre a pele da mulher brasileira

Regionalmente, a pesquisa revela que as mulheres do Norte e Centro-Oeste também são as que mais usam hidratantes no corpo diariamente (55%), quando comparado com as demais regiões do país.

Entre as mulheres do Sudeste, 38% usam hidratante no rosto todos os dias e 44% usam hidratante no corpo diariamente.

No Nordeste por exemplo, 24% das mulheres afirmaram não usar nenhum tipo de hidratante no rosto.

Enquanto 27% responderam que usam todos os dias.

Porém, quando o assunto é corpo, 45% das mulheres nordestinas usam hidrante diariamente.

Entre as sulistas, 39% fazem uso de hidratante facial diariamente, enquanto o corporal é usado por 35% na rotina diária.

Outro dado interessante apontado pela pesquisa foi que 91% das entrevistadas afirmam que a hidratação é fundamental para a saúde da pele.

No Brasil, 62% das pessoas se sentem mais positivas em relação à beleza quando não há a palavra “normal” nos xampus, condicionadores e hidratantes 

Fonte: Bayer

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário