fbpx

Black Friday: acompanhe as expectativas para 2018

Seis em cada dez consumidores pretendem aproveitar as ofertas

Hoje (23) é o grande dia em que milhares de brasileiros vasculham as melhores oportunidades da Black Friday, data que promete oferecer a mega liquidação do ano. E a disposição para comprar é alta. Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que seis em cada dez (58%) consumidores têm a intenção de fazer compras na Black Friday, um expressivo aumento de 18 pontos percentuais em relação ao ano passado. Por outro lado, 32% só devem ir às compras caso encontrem boas ofertas e apenas 10% não pretendem comprar nada.

Entre os que pretendem comprar produtos de olho nos descontos, 70% consideram a data uma oportunidade de adquirir itens que estejam precisando com preços mais baixos. Cerca de 30% querem antecipar os presentes de Natal de olho nas promoções, enquanto 12% planejam aproveitar as ofertas mesmo sem ter necessidade de comprar algo no momento.

Considerando aqueles que realizaram compras durante a Black Friday no ano passado, 34% esperam adquirir mais produtos em 2018, 28% comprar menos e 20% a mesma quantidade. Além disso, 32% pretendem gastar mais — sete pontos percentuais acima do previsto em 2017 —, outros 32% gastar menos e 24% desembolsar o mesmo valor.

De olho nos preços

Nesta Black Friday, os consumidores devem comprar, em média, três produtos e desembolsar de R$ 1.145,75 – chegando a R$ 1.268,63 entre os homens e R$ 1.646,67 nas classes A/B. Por outro lado, 30% dos entrevistados ainda não definiram o quanto pretendem gastar. De acordo com o levantamento, a expectativa dos consumidores para este ano é de que haja um desconto médio de 45% nos produtos e serviços ofertados.

A grande maioria (95%) faz pesquisa de preços antes de comprar, sendo que 53% procuram se certificar de que os produtos estão realmente em promoção e 42% procuram lojas em que os produtos estão mais baratos. Quanto às principais formas de pesquisa de preço, 54% recorrem a sites e aplicativos de comparação, 51% visitam lojas que gostam ou estão acostumados a comprar e 40% comparam preços em sites de busca.

Expectativas positivas para o varejo físico

Para o presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, as vendas do varejo físico paulistano devem crescer até 3% na Black Friday neste ano, frente ao mesmo período de 2017, e não devem prejudicar o desempenho do setor no fim do ano. “O crédito à pessoa física está mais barato, os prazos estão mais longos e a própria economia está melhor, contribuindo para uma expectativa positiva”, diz o presidente da ACSP. Para ele, passada a eleição, a confiança do consumidor tradicionalmente tende a subir, o que estimula o consumo como um todo.

Expectativas positivas no e-commerce

Para 2018, a expectativa é de que o varejo online cresça entre 17% e 20% em relação a 2017 nesta Black Friday, segundo a Rakuten Digital Commerce. Estima-se, ainda, que o e-commerce deve faturar R$ 2,7 bilhões na data. Mesmo com a instabilidade econômica do País nos últimos anos, as compras relacionadas a esta data continuam apresentando crescimento, tanto que é esperado um aumento de 6% no número de pedidos, que pode chegar a um total de 4,5 milhões em 2018. Já o tíquete médio deve ser de R$ 602, o que representa uma alta de 7% em relação a 2017.

Em relação às categorias, eletroeletrônicos e smartphones se mantêm como as mais buscadas pelos compradores da Black Friday. No entanto, a Rakuten Digital Commerce prevê que roupas e acessórios, calçados, cosméticos e livros também tenham destaque nas pesquisas por se configurarem como produtos de uso diário.

Farmácias na Black Friday

  • Rede de Farmácias Nissei: está com mais de 700 itens em descontos que vão até 50% nas lojas da marca entre os dias 20 a 23 de novembro. Os descontos, englobam medicamentos, produtos de higiene, beleza e perfumaria.
  • DPSP: nas redes Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo, a Black Friday vai de 15 a 25 de novembro nas lojas físicas e nos e-commerces das marcas, atendendo clientes de todo o Brasil. Neste período, serão ofertados mais de 700 itens, com até 80% de desconto, em categorias como higiene, beleza, produtos infantis, nutrição, vitaminas e Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs). O consumidor conta com a isenção da taxa de entrega nas compras acima de R$ 50,00 no aplicativo e de R$ 170,00 no site, pela modalidade de entrega normal, com recebimento de 1 a 10 dias.
  • Droga Raia: desde o dia 12, está oferecendo ações diferenciadas, nas quais os consumidores compram produtos distintos dentro da mesma categoria e ganham um desconto em todos eles. Na categoria infantil, por exemplo, o cliente compra quatro unidades diferentes destes produtos (fraldas, banho, troca, cabelos, nutrição infantil, leite – exceto fórmulas) e recebe 25% de desconto. Já na categoria de proteção solar, o cliente compra duas unidades diferentes destes produtos (Sundown, Nivea, Australian Gold, Neutrogena, Needs Solar, L’Oréal e Cenoura&Bronze), também com desconto de 25% ao fechar a compra.As ofertas são válidas até hoje para loja física, e-commerce, aplicativo e Compre e Retire.
  • Pague Menos: hoje, o site da Pague Menos terá megapromoções diferentes por hora, além do banco de ofertas elaborado exclusivamente para a data que será estendido até o dia 26/11. Para tanto, os estoques foram reforçados, assim como a logística de entrega, para garantir que as lojas estejam abastecidas e os produtos comprados online sejam entregues aos clientes com rapidez e eficiência. Lista contempla mais de 300 produtos ofertados de higiene, beleza e cuidados pessoais

Fonte: Guia da Farmácia

Imagem: Shutterstock

 

Deixe um comentário