Black Friday: acompanhe as expectativas para 2018

Seis em cada dez consumidores pretendem aproveitar as ofertas

Hoje (23) é o grande dia em que milhares de brasileiros vasculham as melhores oportunidades da Black Friday, data que promete oferecer a mega liquidação do ano. E a disposição para comprar é alta. Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que seis em cada dez (58%) consumidores têm a intenção de fazer compras na Black Friday, um expressivo aumento de 18 pontos percentuais em relação ao ano passado. Por outro lado, 32% só devem ir às compras caso encontrem boas ofertas e apenas 10% não pretendem comprar nada.

Entre os que pretendem comprar produtos de olho nos descontos, 70% consideram a data uma oportunidade de adquirir itens que estejam precisando com preços mais baixos. Cerca de 30% querem antecipar os presentes de Natal de olho nas promoções, enquanto 12% planejam aproveitar as ofertas mesmo sem ter necessidade de comprar algo no momento.

Considerando aqueles que realizaram compras durante a Black Friday no ano passado, 34% esperam adquirir mais produtos em 2018, 28% comprar menos e 20% a mesma quantidade. Além disso, 32% pretendem gastar mais — sete pontos percentuais acima do previsto em 2017 —, outros 32% gastar menos e 24% desembolsar o mesmo valor.

De olho nos preços

Nesta Black Friday, os consumidores devem comprar, em média, três produtos e desembolsar de R$ 1.145,75 – chegando a R$ 1.268,63 entre os homens e R$ 1.646,67 nas classes A/B. Por outro lado, 30% dos entrevistados ainda não definiram o quanto pretendem gastar. De acordo com o levantamento, a expectativa dos consumidores para este ano é de que haja um desconto médio de 45% nos produtos e serviços ofertados.

A grande maioria (95%) faz pesquisa de preços antes de comprar, sendo que 53% procuram se certificar de que os produtos estão realmente em promoção e 42% procuram lojas em que os produtos estão mais baratos. Quanto às principais formas de pesquisa de preço, 54% recorrem a sites e aplicativos de comparação, 51% visitam lojas que gostam ou estão acostumados a comprar e 40% comparam preços em sites de busca.

Expectativas positivas para o varejo físico

Para o presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, as vendas do varejo físico paulistano devem crescer até 3% na Black Friday neste ano, frente ao mesmo período de 2017, e não devem prejudicar o desempenho do setor no fim do ano. “O crédito à pessoa física está mais barato, os prazos estão mais longos e a própria economia está melhor, contribuindo para uma expectativa positiva”, diz o presidente da ACSP. Para ele, passada a eleição, a confiança do consumidor tradicionalmente tende a subir, o que estimula o consumo como um todo.

Expectativas positivas no e-commerce

Para 2018, a expectativa é de que o varejo online cresça entre 17% e 20% em relação a 2017 nesta Black Friday, segundo a Rakuten Digital Commerce. Estima-se, ainda, que o e-commerce deve faturar R$ 2,7 bilhões na data. Mesmo com a instabilidade econômica do País nos últimos anos, as compras relacionadas a esta data continuam apresentando crescimento, tanto que é esperado um aumento de 6% no número de pedidos, que pode chegar a um total de 4,5 milhões em 2018. Já o tíquete médio deve ser de R$ 602, o que representa uma alta de 7% em relação a 2017.

Em relação às categorias, eletroeletrônicos e smartphones se mantêm como as mais buscadas pelos compradores da Black Friday. No entanto, a Rakuten Digital Commerce prevê que roupas e acessórios, calçados, cosméticos e livros também tenham destaque nas pesquisas por se configurarem como produtos de uso diário.

Farmácias na Black Friday

  • Rede de Farmácias Nissei: está com mais de 700 itens em descontos que vão até 50% nas lojas da marca entre os dias 20 a 23 de novembro. Os descontos, englobam medicamentos, produtos de higiene, beleza e perfumaria.
  • DPSP: nas redes Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo, a Black Friday vai de 15 a 25 de novembro nas lojas físicas e nos e-commerces das marcas, atendendo clientes de todo o Brasil. Neste período, serão ofertados mais de 700 itens, com até 80% de desconto, em categorias como higiene, beleza, produtos infantis, nutrição, vitaminas e Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs). O consumidor conta com a isenção da taxa de entrega nas compras acima de R$ 50,00 no aplicativo e de R$ 170,00 no site, pela modalidade de entrega normal, com recebimento de 1 a 10 dias.
  • Droga Raia: desde o dia 12, está oferecendo ações diferenciadas, nas quais os consumidores compram produtos distintos dentro da mesma categoria e ganham um desconto em todos eles. Na categoria infantil, por exemplo, o cliente compra quatro unidades diferentes destes produtos (fraldas, banho, troca, cabelos, nutrição infantil, leite – exceto fórmulas) e recebe 25% de desconto. Já na categoria de proteção solar, o cliente compra duas unidades diferentes destes produtos (Sundown, Nivea, Australian Gold, Neutrogena, Needs Solar, L’Oréal e Cenoura&Bronze), também com desconto de 25% ao fechar a compra.As ofertas são válidas até hoje para loja física, e-commerce, aplicativo e Compre e Retire.
  • Pague Menos: hoje, o site da Pague Menos terá megapromoções diferentes por hora, além do banco de ofertas elaborado exclusivamente para a data que será estendido até o dia 26/11. Para tanto, os estoques foram reforçados, assim como a logística de entrega, para garantir que as lojas estejam abastecidas e os produtos comprados online sejam entregues aos clientes com rapidez e eficiência. Lista contempla mais de 300 produtos ofertados de higiene, beleza e cuidados pessoais

Fonte: Guia da Farmácia

Imagem: Shutterstock

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário