fbpx

Boehringer coloca à venda o Buscopan

A farmacêutica Boehringer Ingelheim coloca à venda o medicamento Buscopan. Sanofi é a provável compradora

A farmacêutica Boehringer Ingelheim colocou à venda a família de medicamentos Buscopan, negócio que pode chegar a R$ 1 bilhão. Segundo comunicado aos funcionários, a empresa deixou claro que irá se desfazer somente da marca. A fábrica de Itapecerica da Serra (SP), onde são fabricados os medicamentos, e a Fazenda Solana, em Arapongas (PR), não estão no negócio.

De acordo com duas fontes, a transação seria em torno de R$ 750 milhões a R$ 1 bilhão. Isso visto que as vendas líquidas dos medicamentos da família Buscopan chegam em cerca de R$ 300 milhões. O Citi está coordenando a operação, conforme comunicado da Boehringer.

Sanofi, Procter&Gamble (P&G) e Reckitt Benckiser estariam interessadas no negócio. A Sanofi, no entanto, teria preferência de compra desde 2017, quando os dois grupos fizeram uma troca de portifólio. Na época da transação, a Boehringer ficou com os produtos veterinários da Sanofi e esta com os medicamentos isentos de prescrição (OTC, na sigla em inglês) da alemã. A família Buscopan, no entanto, se manteve na linha da Boehringer no mercado brasileiro.

Procuradas, Sanofi, Reckitt e P&G informaram que não comentam rumores de mercado. Em entrevista recente, o diretor-geral da unidade de Negócios Global de Consumer Healthcare da Sanofi Brasil, Rodolfo Hrosz, disse que a empresa está sempre olhando oportunidades de mercado.

Buscopan em números

No ano passado, de acordo com dados da consultoria IMS Health, a Boehringer apresentou vendas líquidas, considerando os descontos nos pontos de venda, de R$ 1,11 bilhão e deteve uma participação de mercado de 1,79%.

No mercado brasileiro, além da família Buscopan, a companhia vende medicamentos para tratamentos de doenças cardiovasculares, oncologia, sistema respiratório e diabetes.

De acordo com o documento da Boehringer, os funcionários foram comunicados que no médio prazo, três ou quatro anos, “não haverá mudanças na rotina de trabalho da empresa”. O laboratório ressaltou, ainda, que em 2017, quando decidiu manter a franquia Buscopan no portfólio da marca no Brasil, já havia sinalizado que poderia se desfazer do negócio.

Foto: Shutterstock
Fonte: Valor Online



Deixe um comentário