fbpx

Câncer de mama: Eli Lilly apresenta novo tratamento oral

Medicamento é o único da classe aprovado para uso em monoterapia

A Eli Lilly acaba de trazer ao mercado brasileiro o Verzenios® (abemaciclibe), indicado para o tratamento de pacientes adultos com câncer de mama avançado ou metastático. A nova opção terapêutica é um inibidor das enzimas CDK4 e CDK6 utilizado para o tratamento do subtipo mais comum de câncer de mama metastático, chamado HR+/HER2- (receptor hormonal positivo/receptor de fator de crescimento epidérmico humano 2 negativo). Verzenios foi o único medicamento da classe aprovado para uso em monoterapia (único medicamento utilizado no tratamento).

Verzenios passou por vários estudos clínicos no mundo e o Brasil foi um dos países com maior número de participantes, com mais de 260 pacientes e 80 médicos envolvidos, com destaque para os estudos que comprovaram a eficácia e segurança em três cenários importantes: uso combinado com fulvestranto após progressão a terapia hormonal; o uso combinado a um inibidor da aromatase no tratamento de primeira linha.; e uso como monoterapia após exposição prévia a terapia hormonal e quimioterapia.

Veja Mais

Estudos comprovam eficácia

A segurança e eficácia de Verzenios foram comprovadas no estudo MONARCH 2 – Verzenios combinado ao fulvestranto – que reuniu 669 pacientes com câncer de mama avançado, com status RH positivo e HER-2 negativo. Os resultados mostraram uma redução de 45% do risco relativo de progressão da doença ou morte, quando comparado ao controle do tratamento com a terapia padrão.

Outro estudo realizado foi o MONARCH 3, que selecionou mulheres na pós-menopausa com câncer de mama avançado ou metastático, com HR positivo e HER2 negativo, em combinação com um inibidor de aromatase não esteroidal (NSAI) como terapia endócrina inicial, incluindo pacientes não tratadas anteriormente com terapia sistêmica para câncer de mama. Esse grupo demonstrou uma redução de 46% no risco relativo de progressão da doença ou morte, no comparativo ao tratamento do grupo de controle, com resposta de 48% de sucesso entre as pacientes.

Outro estudo clínico de braço único, chamado MONARCH 1, avaliou o tratamento de Verzenios em monoterapia. O estudo contou com pacientes de câncer de mama com status RH positivo e HER-2 negativo, metastático, com exposição prévia à terapia hormonal e um ou mais regimes de quimioterapia, e avaliou o percentual de mulheres cujos tumores registraram uma diminuição total ou parcial após o tratamento (taxa de resposta objetiva). Foram avaliados 132 pacientes durante 12 meses e registrou uma taxa de resposta objetiva de 19,7% nesse grupo, além de seis meses de sobrevida livre de progressão da doença e aproximadamente 18 meses de sobrevida global.

“A chegada de Verzenios ao Brasil representa uma nova e moderna opção de tratamento para pessoas que vivem com câncer de mama avançado ou metastático, doença que afeta cada indivíduo de forma distinta. Verzenios também é aprovado para uso em monoterapia, um diferencial exclusivo nesta classe de medicamentos”, explica o gerente médico de oncologia da Lilly, Diego Mendonça.

Panorama sobre o câncer de mama

O câncer de mama é causado pela multiplicação desordenada de células da mama, processo que gera a multiplicação de células anormais, formando um tumor. Pelo fato de existirem vários tipos de câncer de mama, a doença pode evoluir de diferentes formas. Apesar de ser mais comum em mulheres, o câncer de mama pode acometer pelos menos 1% dos homens. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. Esses comportamentos distintos se devem a característica própria de cada tumor.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o segundo tipo da doença mais comum entre as mulheres no mundo, atrás apenas do de pele não melanoma, correspondendo a cerca de 25% dos novos casos a cada ano. No Brasil, esse percentual chega a 29%. Em 2018, a estimativa de incidência do câncer de mama foi de 59.700 novos casos. Ainda de acordo com o INCA, a doença é mais comum na região Sul do País, seguido pelo Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

Fonte: Guia da Farmácia
Foto: Shutterstock

Uso consciente de antibióticos: entenda benefícios e riscos

Deixe um comentário