Cinco conceitos indispensáveis ao grande líder

Inteligência emocional, empatia e motivação são fatores fundamentais para as lideranças em farmácias

Numa farmácia, para se tornar um líder de sucesso, como um posto de gerência, por exemplo, ser um bom executor de tarefas ou ter um bom conhecimento técnico não são suficientes.

Profissionais com essa função precisam desenvolver algumas competências, como inteligência emocional diante das adversidades e empatia, além de motivar a equipe para um bom desempenho. 

O especialista em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas e autor dos livros “Pílulas de Gestão” e “Tenha Cicatrizes”, Pedro Dias, fornece cinco conceitos indispensáveis para ser um grande líder. Acompanhe:

 

1. Tenha inteligência emocional

A inteligência emocional se traduz na possibilidade do ser humano de aprender a lidar com as próprias emoções e usufruí-las em benefício próprio. 

Além disso, é aprender a compreender os sentimentos e os comportamentos do outro.

São passos importantes para desenvolver a inteligência emocional:

  • Evitar  pensar de imediato em um resultado negativo;
  • Ser otimista
  • Enxergar sempre o lado positivo das coisas;
  • Lembrar que cada situação possui diversas saídas: basta procurá-las;
  • Quando estiver sob pressão, tentar manter a calma;
  • Encontrar uma distração, realizar atividades prazerosas e canalizar a ansiedade.

2. Automotive-se

Pensar antes de tomar as decisões traz diversos benefícios e evita o conflito com os pares e o arrependimento dos atos. 

Portanto, é importante trabalhar de maneira consciente e sem passar por cima do outro! 

Dessa forma, em primeiro lugar é importante ao líder pensar como se sente em relação aos acontecimentos do dia a dia e se motivar diante do cenário, para depois decidir como quer se comportar para atingir as metas. Afinal, o líder não conseguirá motivar a equipe estando desmotivado.

3. Desenvolva empatia

É fundamental aprender a se colocar no lugar do outro

Mais do que isso, a empatia é reconhecer as emoções dos outros e entender seus comportamentos, o que nos torna mais sensíveis e abertos.

Numa farmácia, são exemplos de empatia:

  • Ouvir todas as necessidades dos colaboradores;
  • Apoiar os colaboradores nas tomadas de decisões, sejam elas boas para eles ou para as empresas.

4. Saiba se relacionar de forma interpessoal

Outro ponto chave para o líder de sucesso é saber ter boas relações, guiando as emoções dos outros. 

Isso criará um ambiente positivo à sua volta, melhorando a qualidade profissional. Igualmente, também contagiará aqueles ao seu redor, ou seja, equipe, clientes, parceiros e fornecedores.

5. Alie o lado racional e emocional

lider-com-inteligencia-emocional

Quando o líder concilia o lado emocional e racional do cérebro, neutraliza as emoções negativas, as quais produzem comportamentos destrutivos.

Então, potencializam-se as emoções positivas para gerar os resultados desejados.

Nesse sentido, é importante que o líder conheça e analise as emoções e as ações que toma em resposta aos diferentes estímulos.

Assim, não se deve apressar as situações ou se desesperar diante de adversidades. Uma dica é colocar os sentimentos e ações em um papel e, depois, refletir profundamente sobre isso.

Conclusão 

Todas as emoções influenciam nas decisões e nos relacionamentos pessoais e profissionais. Assim, entender e aplicar os pilares da inteligência emocional será primordial para ser um líder de sucesso.

Pessoas que aprendem a lidar com a inteligência emocional sabem pensar, sentir e agir de forma consciente, e não permitem as suas emoções administrem sua vida ou atrapalhem o desempenho no trabalho.

Fonte: Guia da Farmácia


Foto: Shutterstock

Contento lança o livro Pílulas de Gestão

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário