Cloreto de Magnésio: O que é e para que serve?

O uso do medicamento deve ser indicado e orientado por um médico e a duração do uso varia de acordo com as necessidades de cada organismo

O cloreto de magnésio é um medicamento em pó ou em cápsulas, que possui ação laxante, sendo útil para quadros de prisão de ventre; além de ser útil em momentos em que a reposição do mineral seja necessária, como quando a alimentação por si só não consegue sanar a necessidade do organismo.

Desse modo, seu uso só deve ser feito sob indicação médica ou nutricional, com a correta orientação sobre a dosagem e a duração do tratamento.

Aqui você entenderá melhor sobre o que é a substância, quais são seus benefícios para a saúde, o que a falta do mineral no organismo pode causar, se o uso do cloreto de magnésio emagrece, entre outras informações. Confira!

O que é o cloreto de magnésio?

O cloreto de magnésio é um medicamento indicado para o tratamento da prisão de ventre, tento propriedades que agem como um laxante.

Além disso, o cloreto de magnésio pode ser um suplemento, indicado para pessoas com carência da substância no organismo.

Ele pode ser consumido em formato de pó ou em formato de cápsulas.

falta de magnésio no corpo

O que a falta de magnésio causa no corpo humano?

O magnésio é um mineral essencial para o bom funcionamento do organismo e para a saúde do corpo e da mente.

Quando o composto está em falta, são vários os prejuízos.

Confira o que a falta de magnésio causa no corpo humano:

Cãibra: O composto atua no processo de contração muscular, sendo estocado nos tecidos. Se as reservas do mineral ficam escassas, aparecem espasmos dolorosos e involuntários, porque os músculos perdem a capacidade de relaxar.

Convulsões: a falta do mineral no organismo faz com que os nervos percam o controle sobre as atividades musculares, podendo gerar convulsões.

Formigamento: o magnésio também atua relaxando as artérias. Desse modo, quando a quantidade necessária não é suprida a pressão nos nervos aumenta e causa formigamento e dormência.

Gripe: sem o mineral, as defesas do corpo não ficam estabilizadas, deixando a pessoa mais suscetível a gripes e outras doenças que causam perda de apetite, enjoo, cansaço e fadiga.

Mudanças de humor: essencial para a liberação de serotonina, a falta de magnésio no organismo pode causar hiperatividade, insônia, ansiedade, nervosismo e irritabilidade.

Problemas cardíacos: como veremos a seguir, o magnésio é importante para evitar doenças como derrames e outras complicações cardiovasculares. Quando organismo não possui a quantidade necessária do mineral, ocorrem contrações contínuas das artérias coronarianas. Assim, diminuindo a quantidade de oxigênio disponível para o coração, bem como elevando a pressão arterial e exigindo mais esforço do coração.

Quais os benefícios do cloreto de magnésio para a saúde?

O medicamento é uma alternativa para pessoas que apresentam dificuldades em suprir as necessidades do mineral apenas através da alimentação.

O mineral é essencial para a manutenção do cálcio ósseo e da densidade óssea, além de atuar no fortalecimento do sistema imunológico, na prevenção de doenças cardíacas, no aumento da biodisponibilidade de nutrientes como a vitamina D.

Além disso, o cloreto de magnésio auxilia na contração muscular, na hipertrofia e combate as câimbras.

Veja a lista de outros benefícios do cloreto de magnésio para a saúde:

  • Combate a inflamação.
  • Controla a pressão sanguínea.
  • Ação antioxidante.
  • Aumenta a disponibilidade de vitamina D.
  • Fortalece o sistema imunológico.
  • Aumenta a absorção intestinal.
  • Previne doenças cardiovasculares.
  • Atua na produção de energia.
  • Reduz o estresse oxidativo e inflamatório.

Contudo, somente um médico pode orientar a dosagem ideal, a duração do uso, bem como se a suplementação é necessária ou não.

cloreto de magnésio emagrece?

– O cloreto de magnésio ajuda a emagrecer?

Sim, porque o medicamento contribui para inibir o estresse oxidativo e inflamatório das células. Estes processos estão diretamente ligados à obesidade.

Além disso, ele ajuda a absorver melhor os minerais e as vitaminas. Assim, mantendo o organismo saciado e nutrido.

Como vimos anteriormente, o cloreto de magnésio auxilia na contração muscular e na hipertrofia. Desse modo, interferindo na disposição durante as atividades físicas e, consequentemente, na perda de calorias.

Ele também pode auxiliar reduzindo o estresse e a ansiedade, sendo benéfico para quem possui compulsão alimentar.

Contudo, o cloreto de magnésio, sozinho, não é o suficiente para garantir o emagrecimento e seu uso deve ser prescrito, orientado e supervisionado por um médico.

Para garantir o emagrecimento é necessário seguir uma rotina de exercícios e ter uma alimentação equilibrada.

Como o cloreto de magnésio age no corpo humano?

O cloreto de magnésio atua tratando e prevenindo uma série de problemas no organismo, como os listados a seguir:

O mineral atua aumentando as funções cerebrais. De acordo com alguns estudos, a concentração correta de magnésio no cérebro melhora o a memória de curto e longo prazo, bem como melhora o aprendizado.

Combate infecções: o composto tem efeito imunoestimulante, combatendo infecções.

Fortalece os ossos: a deficiência de magnésio no corpo está ligada a osteoporose.

Alívio no estresse: quanto maior o estresse, mais magnésio será perdido pelo nosso corpo. Assim, o composto atua protegendo dos efeitos adversos do estresse.

Leia também: Dicas para afastar o estresse do dia a dia

Diminui o risco de doenças cardiovasculares: a dose correta de magnésio diminui a pressão arterial, bem como os riscos de derrames e doenças cardiovasculares.

Além disso, o mineral continua sendo estudado para o tratamento e prevenção de diversos outros problemas.

Contudo, apesar de não necessitar de receita médica, o ideal é consultar um médico e/ou um nutricionista para avaliar a sua saúde, sua necessidade ou não do mineral, bem como a dosagem e a duração do uso da substância.

Como tomar o cloreto de magnésio?

De acordo com a bula do medicamento, o uso deste medicamentos em pó deve ser feito dissolvendo o conteúdo da embalagem em um litro de água filtrada. Em seguida, armazene em recipiente de vidro na geladeira e tome 60 mL/dia desta solução, o equivale de acordo com a bula a um cálice ou uma xícara de chá, preferencialmente pela manhã em jejum.

“Pode ser misturado a sucos cítricos para mascarar o sabor amargo da solução”, diz a bula.

grávidas não podem tomar cloreto de magnésio

Quais são as contraindicações do cloreto de magnésio?

De acordo com a bula “o uso do cloreto de magnésio é contraindicado em pacientes com insuficiência renal severa”.

Além disso, seu uso deve ser evitado por mulheres grávidas, uma vez que o magnésio ultrapassa a placenta. Assim, podendo interferir nos níveis séricos do feto.

Existem efeitos colaterais com o uso do cloreto de magnésio?

De acordo com a bula, pode haver irritação no sistema digestório, bem como diarreia aquosa, principalmente quando o cloreto de magnésio for tomado em jejum. Caso isso aconteça, é recomendado diminuir a dose ou suspender o uso.

Além disso, também podem acontecer sintomas de alergia, cansaço, depressão, irritabilidade, enjoos, dor abdominal e câimbras musculares.

“Quando a função renal estiver deficiente, a reposição do magnésio deve ser acompanhada de cuidados especiais e de monitorização dos níveis séricos”, complementa a bula.

Conclusão

O cloreto de magnésio é um medicamento, em pó ou em cápsulas, que repõe as necessidades diárias do mineral no organismo, quando a mesma não é suprida somente com a alimentação.

O mineral atua em diversas funções, como no combate a inflamações, no fortalecimento do sistema imunológico, na melhora a absorção intestinal, na produção de energia, entre outros benefícios.

Desse modo, sua falta no organismo pode acarretar problemas cardíacos, como derrames; formigamentos, convulsões, cãibras, mudanças no humor, bem com deixar a pessoa mais suscetível a gripes, por desestabilizar as defesas do corpo.

Ele não é indicado para mulheres grávidas e para pacientes com insuficiência real grave; e somente um médico pode orientá-lo sobre a quantidade ideal, a duração do tratamento, bem como se a suplementação do mineral é necessária ou não.

 

Leia também: Álcool e remédio é proibido? Conheça todos os riscos envolvidos

Quando o uso de MIPs exige uma consulta médica prévia?

Bibliografia

https://consultaremedios.com.br/cloreto-de-magnesio/bula

 

 Fonte: Guia da Farmácia

Fotos: Shutterstock

Não se automedique, consulte um profissional de saúde.

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Sobre o colunista

Jornalista, redatora de textos SEO, especializada no setor farmacêutico.

12 Comentários

  1. BOA NOITE; ´POR GENTILESA EU FUÍ RECOMENDADO PARA TOMAR O CLORETO DE MAGUINESIO POR UMA NOITE SOMENTE ; MAS ESTOU COM DUVIDA, PORQUE EU TENHO PESSÃO ALTA, ESTE MEDICAMENTO NÃO SOBE A PREÇÃO ARTERIAL?, POR GENTILESA ESTOU AGUARDANDO A RESPOSTA;

  2. melhor tomar em pó
    cloreto de magnésio. PA 33 granas em um
    Litro de agua em garrafa de vidro escuro e na geladeira
    Tomar um calice de manhã e tomar café 30 minutos depois

Deixe um comentário