Confira 6 dicas para se manter hidratado em casos de dengue

Uma vez diagnosticado, o tratamento da dengue baseia-se, principalmente, na hidratação oral e deve ser iniciada tão logo detecte-se os primeiros sintomas

Manter uma hidratação controlada em casos de dengue ( doença infecciosa causada por um vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti) é fundamental.  

Em 2020 o Brasil registrou mais de 979 mil2 casos de dengue, de acordo com o Ministério da Saúde (MS). Apesar da pandemia da Covid-19 ter mudado e muito a rotina das pessoas nesse ano, a dengue continua exigindo cuidados constantes.

Assim, a taxa de incidência em 2020 foi de 466,2 casos por 100 mil habitantes.

Tratamento

Uma vez diagnosticado, o tratamento baseia-se, principalmente, na hidratação.

De acordo com o Ministério da Saúde, a hidratação oral é fundamental para tratar os casos de dengue e deve ser iniciada tão logo detecte-se os primeiros sintomas.

Esses sintomas poder ser: febre alta, dor de cabeça ou no fundo dos olhos, fraqueza, dor intensa no corpo ou nas juntas, manchas vermelhas no corpo.

Também é essencial manter a hidratação durante todo o período que a pessoa apresentar febre e por até 24-48 horas após a febre baixar.

Além disso, o mais importante também buscar ajuda médica o quanto antes.

Confira 6 dicas para a reidratação de pessoas com dengue

  1. Mantenha a pessoa sempre bem hidratada até o resultado dos exames, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde.
  1. A desidratação pode tornar a maioria das pessoas irritáveis e letárgicas, mas os sintomas podem variar de idade para idade. Os adultos podem apresentar tontura ou sentir sede, dor de cabeça, constipação ou pele seca e a urina pode ser mais escura e concentrada do que o normal, geralmente transparente ou de cor amarela muito clara.
  1. Previna-se incluindo nutrientes que estimulam a hidratação, como eletrólitos e carboidratos, capazes de auxiliar o corpo a absorver qualquer líquido. Os eletrólitos, como sódio, cloreto, potássio, magnésio e cálcio são importantes, já que são indispensáveis para nervos e músculos saudáveis. Além disso, todos esses eletrólitos podem ser perdidos na transpiração.
  1. Nem todas as bebidas oferecem os componentes necessários para uma hidratação adequada. O soro caseiro, por exemplo, apresenta uma proporção de 1:200 na relação sódio: glicose. A água de coco tem proporção de 1:240 e o suco de maçã 1:40. Pedialyte é o produto ideal para promover recuperação em casos de desidratação, pois possui a proporção adequada de sódio e glicose (1:1) em comparação a outras bebidas.
  1. A água é fundamental para regular a temperatura do corpo e a desidratação pode exacerbar uma febre existente. Nossos corpos são compostos de 2/3 de água, portanto, pequenas perdas no fluxo do corpo podem piorar o status de febre.
  1. Diarreia e vômito podem causar perda significativa e imediata de líquidos e eletrólitos. Soluções de eletrólitos orais, como o Pedialyte, são recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para aliviar os sintomas associados à desidratação relacionada à gastroenterite aguda, um dos sintomas da dengue

 

Fonte: Abbott

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário