Destaques & lançamentos

Conheça os diferenciais da insulina inalável para os diabéticos

Tecnologia inovadora substitui injeções e tem ação mais rápida

Com 16 milhões de diabéticos e 40 milhões de pré-diabéticos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), o Brasil é o segundo país, depois dos Estados Unidos, a contar com a avançada insulina inalável para o tratamento da doença.

Há um ano, o medicamento tem contribuído de forma significativa para a qualidade de vida dos pacientes.

O principal benefício está na ação mais rápida do que as demais insulinas de ação pós-prandial.

O que favorece, então, o controle glicêmico e reduz o risco de hipoglicemias (níveis muito baixos de açúcar no sangue).

Além disso, também reduz as tradicionais aplicações de injeções de insulina para o controle da glicemia.

É fácil de armazenar e transportar, e o pequeno inalador pode ser usado em qualquer ambiente, no momento das refeições.

Benefícios da insulina inalável

A inovação, lançada no país no ano passado pela Biomm, empresa brasileira de biotecnologia, em parceria com a biofarmacêutica norte-americana MannKind Corporation, trouxe benefícios terapêuticos e conveniência para os pacientes brasileiros.

A médica Solange Travassos, diabética desde a adolescência, destaca a “velocidade resolutiva” do medicamento.

“É a insulina mais rápida disponível no mercado, ótima para evitar a elevação da glicemia após as refeições e corrigir picos de açúcar no sangue. Percebi que o ganho de peso também é menor, comparado com o uso de outros tipos de insulina. Isso facilita o tratamento, porque é uma boa opção“, afirma a especialista.

O endocrinologista e professor da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais (FCMMG) e vice-presidente da SBD, Levimar Rocha Araújo, reitera que o maior benefício da insulina inalável é o tempo de ação.

“Age em 10 minutos ao atuar diretamente no pulmão e de forma distribuída, enquanto as outras insulinas demoram até quatro horas para fazerem efeito. Além disso, apresenta menos taxas de hipoglicemia e melhor controle da doença”, explica.

Dados da diabetes

O diabetes mellitus é caracterizado pela incapacidade do organismo de controlar adequadamente os níveis de glicose no sangue.

Atualmente, a doença atinge 463 milhões de pessoas no mundo.

De acordo com o Atlas de Diabetes de 2019 da Federação Internacional de Diabetes (IDF), sendo o Brasil a quinta maior população afetada entre os adultos de 20 a 79 anos.

“Com Afrezza, elevamos a qualidade de vida aos pacientes de diabetes, por meio de um produto comprovadamente seguro e eficaz”, afirma Heraldo Marchezini, CEO da Biomm.

Contudo, a medicação deve ser usada no início das refeições e os níveis máximos de insulina são alcançados entre 12 e 15 minutos após a administração, declinando em aproximadamente 180 minutos.

Como pacientes com diabetes podem aproveitar as festas juninas sem riscos 

Fonte: Biomm

Foto: Divulgação PHI

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário