Consumidor aumenta gastos, e faturamento de farmácias dispara

A crise sanitária transformou as farmácias em centros de atenção á saúde, e não só um polo de consumo

Com a pandemia, o consumidor brasileiro tem investido mais em saúde e cuidados pessoais e, com a ida nas farmácias fez com que o faturamento das mesmas, consequentemente, aumentassem.

. Com isso, o ticket médio de compras nas mais de 30 redes de farmácias associadas à Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) subiu de R$ 63,07 para R$ 71,87 no primeiro semestre deste ano.

A alta nas vendas se reverteu também em faturamento. As 26 empresas que integram a associação totalizaram 32,5 bilhões de reais de faturamento no período.

Portanto, um índice 18,45% superior ao dos seis primeiros meses de 2020.

Como parâmetro, o avanço do setor no ano passado, em comparação com 2019, foi de 8,8% – mesmo considerando o pico de demanda no início da pandemia.

Faturamento das farmácias 

De acordo com a associação, a crise sanitária transformou as farmácias em centros de atenção á saúde, e não só um polo de consumo.

Os medicamentos responderam por 68% da receita do semestre, o que correspondeu a R$ 22,28 bilhões.

Os remédios isentos de prescrição (MIPs) tiveram alta de 23,29% e somaram R$ 6,36 bilhões.

Já os chamados não medicamentos, que contemplam itens de higiene pessoal, cosméticos e perfumaria, geraram vendas de R$ 10,26 bilhões, um incremento de 19,07%.

Destaque 

O delivery e o e-commerce também foram pontos de destaque neste primeiro semestre, com alta de 72,51% e movimento de R$ 1,27 bilhão.

A saber, as 26 empresas associadas à Abrafarma, que reúne redes como Pague Menos, Venâncio e Extrafarma, representam 45% do faturamento do setor no Brasil.

Reforma do IR: fabricantes de medicamentos alertam para alta de até 18% em preços 

Fonte: Gerccom

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário