fbpx

Consumo de remédios para câncer de pele cresce 268% em três anos

Entre 2017 e 2019, volume de prescrições de remédios para câncer de pele passou de 771 para 2.839

Um levantamento da ePharma, especializada no gerenciamento de Planos de Benefícios de Medicamentos (PBM), indica que aumentou o consumo de remédios para o tratamento de câncer de pele vendidos nos programas de assistência farmacêutica. De acordo com o estudo, o número de prescrições de medicamentos do gênero passou de 771 em 2017 para 2.839, em 2019 – um crescimento de 268,2% no período.

No acumulado dos três anos, foram consumidos 5.730 unidades de seis tipos de remédios disponibilizados para câncer de pele. Com 5.027 (87,7% do total) unidades comercializadas, o líder no ranking foi o Temodal. Na sequência aparecem o Zelboraf (285 unidades) e o Temozolomida (162). Os outros três são Mekinist (109), Tafinlar (106) e Cotellic (41), que ocupam a quarta, quinta e sexta colocação, respectivamente.

Medicamentos Unidades
Temodal 5.027
Zelboraf 285
Temozolomida 162
Mekinist 109
Tafinlar 106
Cotellic 41

* Fonte: ePharma

Quando é apenas uma pinta ou um sinal de câncer de pele?

Foto: Shutterstock

Fonte: ePharma

Deixe um comentário