fbpx

Cranberry: para que serve, benefícios e como utilizar

O cranberry é uma fruta vermelha popularmente conhecida pelos seus benefícios na prevenção e no tratamento de infecções urinárias

Introdução

O cranberry vem ganhando espaço e gerando muita curiosidade nas pessoas. Você sabe quais mudanças na saúde o consumo da fruta traz?  Aqui, você descobrirá os principais benefícios do cranberry e terá suas dúvidas respondidas. Entenda o que é o cranberry, se ele auxilia a emagrecer, sua tabela nutricional, contra indicações, efeitos colaterais e seus usos na prevenção de doenças.

O que é o cranberry?

O cranberry é uma fruta pequena, redonda, vermelha e com muitos benefícios. Também chamada de oxicoco, arando-vermelho, mirtilo-vermelho ou airela, o cranberry é mais popular nos Estados Unidos, Canadá e Chile. A fruta é comumente utilizada em molhos nas festas do Dia de Ação de Graças.

No Brasil, a fruta ainda não é fácil de ser encontrada. Porém, ela costuma chegar ao País em forma de sucos e polpas (em pó ou em cápsulas).

Isso acontece porque o cranberry não se adapta bem ao clima do Brasil. Sua plantação é rasteira e florece uma vez por ano, podendo produzir por até 100 anos. Sua colheita pode produzir até 30 mil quilos da fruta em um ano.

O cranberry possui muitos benefícios. Os mais comuns são o poder antioxidante e o combate a infecções urinárias.

Para o que serve o cranberry?

O cranberry tem diversas funções, algumas delas são auxiliar na prevenção e no tratamento de infecções urinárias, pois ajuda a impedir a adesão de bactérias ao trato urinário, na prevenção e no tratamento de úlceras no estômago, na redução do colesterol ruim, bem como na prevenção de doenças do coração e alguns tipos de câncer.

A fruta também pode ser usada para ajudar a proteger o cérebro contra danos neurológicos e para retardar o envelhecimento.

Quando usar o cranberry?

A fruta deve ser consumida com cautela, não ultrapassando a recomendação de 100 gramas ao dia. O cranberry pode ser consumido sempre, mas também durante o tratamento de infecções urinárias; ou para a melhora do funcionamento do intestino; na prevenção de cânceres, doenças relacionadas a boca e doenças cardiovasculares; para a melhora do sistema imunológico ou para retardar o envelhecimento da pele.

 

Suco de cranberry

Principais benefícios do cranberry

A fruta é comumente utilizada para que busca emagrecer, bem como na prevenção e no tratamento de doenças como infecções urinárias, na proteção contra bactérias e para retardar o envelhecimento precoce da pele. 

– Para emagrecer

A fruta pode contribuir para ajudar no processo de perda de peso. Porém, o cranberry por si só não é milagroso no emagrecimento.

De acordo com um estudo apresentado no Congresso Cardiovascular Canadense, pessoas com colesterol elevado tiveram os níveis de gorduras ruins no sangue reduzidos. Consequentemente, essas pessoas também perderam peso.

Para auxiliar na perda de peso, consuma cranberries, tenha um estilo de vida mais saudável e pratique atividades físicas.

– Prevenção de doenças

Na prevenção de doenças, o cranberry se destaca na eficácia na prevenção de Infecções do Trato Urinário (ITUs), como a cistite (infecção bacteriana na bexiga ou no trato urinário inferior).

Existem pessoas que usam a fruta também para matar germes, acelerar a cicatrização da pele, aumentar o fluxo da urina e para ajudar a controlar a febre. A ingestão de cranberry ainda é comum entre portadores da síndrome da fadiga crônica, de diabetes tipo 2, de câncer, do escorbuto, da pleurisia e de doenças cardiovasculares pelo alto teor de antioxidantes nela presentes.

Além disso, o cranberry também pode ser usado por pacientes com bexiga neurogênica (doença do sistema nervoso ou de nervos envolvidos no controle da micção) e com incontinência urinária. 

– Cranberry contra bactérias

De acordo com estudos, o cranberry possui proantocianidinas, que são capazes de impedir a fixação da bactéria Helicobacter pylori na mucosa estomacal. Dessa forma, ajudando a evitar úlceras e gastrites. Além disso, também há evidências de que o cranberry possa barrar a colonização de bactérias periodontopatogênicas (causadoras da placa bacteriana).

– Combate ao envelhecimento precoce

O cranberry contém grande quantidade de antioxidantes (moléculas capazes de inibir o envelhecimento) e de vitamina C. Assim, também é indicado para retardar o envelhecimento precoce da pele.

Além disso, a fruta possui fitonutrientes que reduzem problemas degenerativos como perda de memória e falta de coordenação. Os fitonutrientes também ajudam a desacelerar o processo de envelhecimento da pele.

Assim, o cranberry protege as células de danos causados pelos radicais livres e deixam a pele com aspecto mais jovem.

– Para a prisão de ventre

O cranberry ajuda a liberar o fluxo intestinal, por ter uma quantidade significativa de fibras (0,1 g). Assim, auxiliando na prevenção de episódios de prisão de ventre e também de diarréia. Fazendo o intestino funcionar de maneira mais regulada. Consequentemente, evitando doenças que acometem as paredes do intestino e o câncer de reto.

Além disso, os polifenóis presentes na fruta podem interagir com outros compostos bioativos e ajudar a proteger a microbiota intestinal. Dessa forma, beneficiando as funções antioxidantes e anti-inflamatórias do organismo.

As fibras presentes no cranberry também auxiliam a prolongar a saciedade, assim, dando uma força extra na dieta.

Contudo, apenas a fruta desidratada ou fresca contém a quantidade suficiente para auxiliar no combate dessas questões.

– Benefícios estéticos do cranberry

Além dos benefícios para a saúde, a fruta também traz muitos benefícios para a beleza dos cabelos e da pele.

O cranberry reduz a oleosidade da pele; previne o surgimento de acnes (espinhas) e cravos; ajuda a combater a calvície masculina e a alopecia (queda de cabelo); deixa a pele mais firma e hidratada, dando a aparência de pele mais jovem; ajuda no crescimento dos cabelos e trata os fios danificados; bem como tonifica a cor natural dos cabelos ruivos.

Principais nutrientes do cranberry

O cranberry é rico na substância proantocianidina, que evita a saída do intestino para o trato unitário (translocação) de bactérias principalmente do tipo E.coli na mucosa da bexiga, também combatendo infecções do trato urinário.

Além disso, o cranberry possui as vitaminas C e E, e substâncias antioxidantes como os flavonóides e ácidos fenólicos ao organismo.

Tabela nutricional do cranberry

Confira as informações da tabela nutricional para 100 gramas de cranberry.

Calorias 46 kcal
Gorduras totais 0,1 g
Colesterol 0 g
Sódio 2 mg
Potássio 77 mg
Carboidratos 12 mg
Fibra 0,1 g
Açúcar 12 g
Proteínas 0,4 g
Vitamina A 45 IU
Cálcio 8 mg
Vitamina C 9,3 mg
Ferro 0,3 mg
Vitamina B6 0,1 mg
Magnésio
0,6 mg

 

Como o cranberry pode ser consumido?

O cranberry normalmente é consumido em sucos ou em sua forma natural. Porém, a fruta pode ser consumida fresca ou seca e também pode ser colocada em geléias, sorvetes, tortas, molhos e caldas. As receitas podem conter carnes, ou serem vegetarianas ou veganas.

Outras formas de consumir o cranberry é através de cápsulas.

Como consumir o cranberry?

Contraindicações do cranberry

Apesar da infinidade de benefícios do cranberry, nutricionistas e médicos recomendam na exagerar na quantidade consumida.

É aconselhável consumir no máximo 100 gramas da fruta, ou duas cápsulas de 250 mg a 400 mg, ou no caso dos sucos, de 200 ml a cerca de 480 ml por dia.

Isso acontece porque o excesso pode causar riscos a saúde das pessoas. Em especial pessoas com alergia a aspirina, ou que usem diluidores de sangue ou que tiveram cálculo renal.

Isso se deve porque entre essas pessoas a fruta pode provocar hemorragias, provocar reações colaterais junto a outros medicamentos, ampliar as chances do desenvolvimento de pedras nos rins, entre outros riscos a saúde.

O uso do cranberry também é contraindicado para pessoas que são alérgicas a algum componente existente na fruta, como o ácido salicílico.

Se você faz parte de algum desses casos especiais, verifique com o seu médico a possibilidade de consumir cranberry, bem como em quais quantidades ela não seria um risco para a sua saúde.

Para o que serve o cranberry?

Efeitos colateriais

Apesar de todos os benefícios da fruta, o cranberry deve ser consumida de maneira moderada. Leia o tópico anterior para saber a quantidade máxima que deve ser consumida em um dia e consulte seu médico para melhores orientações.

Dessa forma, caso você ingira muito cranberry, os efeitos colaterais variam entre: quantidades elevadas de açúcar no sangue, dores de estômago e diarreias.

Interações medicamentosas com o cranberry

Como vimos, alguns medicamentos podem ter efeitos colaterais com a ingestão de cranberrys. Além disso, esses efeitos colaterais podem ocorrer com a combinação da fruta com bebidas alcoólicas, alimentos ou medicamentos. Assim, levando a complicações.

O uso excessivo da cranberry também não é recomendado. Afinal, o excesso da fruta pode diminuir o nível da concentração na corrente sanguínea de alguns medicamentos. Alguns desses medicamentos são: antipsicóticos, analgésicos que contenham morfina e antidepressivos. 

Contudo, não existem testes ou relatos sobre o uso de cranberry com antibióticos. Porém, é necessário cautela com o uso de anticoagulantes, como a varfarina.

Isso se deve porque a fruta contribuiu para que certos fármacos presentes nos anticoagulantes estendam sua permanência no organismo do paciente que usa o medicamento. Assim, aumentando os riscos de hematomas e sangramentos.

Dessa forma, é recomendado que sempre verifique com um médico a possibilidade de consumir cranberry, levando em conta a interação medicamentosa, bem como em quais quantidades ela não será um risco para a sua saúde.

Outras dúvidas sobre o cranberry

O cranberry previne o câncer?

Algumas substâncias do cranberry possuem eficácia antitumoral. Assim, auxiliando a retardar ou evitar o surgimento de tumores.

De acordo com estudos, a fruta pode auxiliar na prevenção do câncer de cólon, de pulmão, de mama, bem como o de próstata.

Além disso, o cranberry possui altas quantidades de ácido salicílico, que contribui para reduzir possíveis coágulos sanguíneos e inchaços. Os antioxidantes da fruta também agem diretamente nos radicais livres, auxiliando a não prejudicar as estruturas celulares.

Cranberry faz bem para o coração?

Sim, a fruta faz bem para o coração e ajuda a retardar o aparecimento de doenças cardíacas. O cranberry atua como um anti-inflamatório, assim, ajudando a proteger os vasos sanguíneos.

Os componentes da fruta suprimem e atrasam a oxidação das gorduras “ruins”, ou do colesterol ruim (LDL). Em contrapartida, beneficiando as plaquetas sanguíneas.

Malefícios do cranberry

Cranberry melhora o sistema imunológico?

A substância proantocianidina, presente no cranberry, ajuda a potencializar a função imune do organismo. Assim, mantendo-o mais forte frente a doenças.

Alguns exemplos de doenças que podem ser prevenidas são as infecções virais e bacterianas, como a gripe.

A proantocianidina tem a capacidade de revestir o intestino. Dessa forma, garantindo maior defesa do sistema imunológico. Pois, assim, se somam as demais defesas do nosso próprio corpo.

Além disso, de acordo com o consultor médico da Herbarium, Dr. Cezar Jones, estudos mostraram que as Proantocianidinas evitam que as bactérias se liguem às paredes do trato urinário. “Essa inibição da adesão das bactérias foi comprovada em estudos realizados com a Escherichia coli P-fimbriada, a bactéria que mais frequentemente causa infecção urinária”, comenta.

Conclusão

O consumo de cranberries traz inúmeros benefícios como: auxílio contra a prisão de ventre e infecções urinárias, na prevenção de doenças, no retardamento do envelhecimento e também benefícios estéticos como a redução da oleosidade da pele e da queda de cabelo.

Entretanto, seu uso pode trazer efeitos colaterais para pessoas com alergia a aspirina ou que utilizem diluidores de sangue ou que tiveram cálculo renal, bem como quando consumido junto com antipsicóticos, analgésicos que contenham morfina, antidepressivos, anticoagulantes e outros medicamentos.

Dessa forma, é recomendado que sempre consulte um médico antes de consumir o cranberry.

Fotos: Shutterstock

 

Sobre o colunista

Victoria Nascimento

11 Comentários

  1. Avatar

    Nessa notícias, nas contraindicações é dito que não é recomendável o uso superior de 50mg 2x ao dia. A maioria das embalagens o produto contém 500mg ou 250mg por cápsula. É um erro de digitação ou confirma a informação?

  2. Avatar

    Nessa notícias, nas contraindicações é dito que não é recomendável o uso superior de 50mg 2x ao dia. A maioria das embalagens o produto contém 500mg ou 250mg por cápsula. É um erro de digitação ou confirma a informação?

    • Avatar

      Olá Letícia,
      Quanto a quantidade correta a ser usado, como bem diz no artigo: “É aconselhável consumir no máximo 100 gramas da fruta, ou duas cápsulas de 250 mg a 400 mg (ou seja NÃO mais do que 800 mg/dia), ou no caso dos sucos, de 200 ml a cerca de 480 ml por dia.”

    • Avatar

      Olá Jucélia,
      Quanto ao uso de cápsulas de cranberry caso esteja com dengue, é sempre aconselhável procurar seu médico, sobretudo porque aqui, nesse artigo mesmo, ao ler você perceberá que diz que seu uso pode provocar hemorragias.

      • Avatar

        É aconselhável consumir no máximo 100 grs da fruta desidratada por dia. E qual a quantidade mínima para a prevenção da infeção urinária?

        • Avatar

          Se tiver com infec urinaria consuma 10 unidades da fruta seca e depois que tiver curado consuma 5 unidades para manutençao

  3. Avatar
    Mariah Oracio em

    Estou fazendo uso da fruta mais estou preocupada.
    Tenho ferritina no sanque tem alguma contra indicação?

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: