Déficit de crescimento: quando procurar ajuda médica

Receber informação no tempo correto auxilia pais a identificarem um possível déficit de crescimento em seus filhos

Toda criança possui um processo individual de crescimento, que é um dos melhores indicadores do estado de sua saúde. Por conta disso, é importante que os pais sempre estejam atentos ao desenvolvimento de seus filhos.

O déficit de crescimento pode ocorrer a qualquer momento durante a infância, e o sinal mais claro a ser notado é a diferença de altura da criança em comparação com as outras da sua idade. De acordo com a curva de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), a baixa estatura é definida quando a altura dos indivíduos se encontra abaixo do percentil.

É importante que a criança visite periodicamente o pediatra para o acompanhamento de seu desenvolvimento, e no caso de diagnóstico, iniciar em tempo o tratamento de reposição de GH (sigla do inglês growth hormone), que é indicado em todo indivíduo que apresente deficiência da produção de GH pela hipófise. Em média, pacientes a partir de sete anos de idade podem começar o tratamento.

Hormônio do crescimento

“O hormônio de crescimento é uma substância produzida por uma glândula no cérebro, denominada hipófise. A glândula ajuda os ossos, dentes e músculos a se desenvolverem como devem. Além disso, ele também afeta a maneira como o corpo usa a proteína, gordura e açúcar provenientes da alimentação. Quando o corpo não produz naturalmente hormônio do crescimento suficiente, o paciente pode obter uma quantidade extra do GH que precisa, tomando medicamento” explica a endocrinologista pediátrica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Dra. Bruna Tincani.

Além disso, na infância, o GH também pode ser benéfico na baixa estatura em meninas com Síndrome de Turner, em crianças nascidas pequenas para a idade gestacional, em crianças com insuficiência renal crônica, entre outros.

O tratamento com GH é feito por meio de injeções diárias, por via subcutânea, não estando disponíveis outras formas de administração, como em comprimidos, por exemplo. Dessa forma, a aplicação e uso somente deve ser indicado e acompanhado por um médico especialista.

Déficit de crescimento: novo dispositivo para aplicação de hormônio chega ao Brasil

A farmacêutica Merck anuncia o lançamento da caneta aluetta ®, dispositivo para aplicação de Saizen ® , medicamento indicado no tratamento da deficiência de crescimento devido à diminuição ou falta da produção do hormônio do crescimento.

A caneta autoaplicadora aluetta ® foi desenvolvida para que pacientes e cuidadores possam aplicar o medicamento de forma mais fácil. Também pensando na sustentabilidade, o dispositivo é fabricado em alumínio, um material reutilizável. Assim, o paciente poderá usar a caneta por até três anos a partir do primeiro uso.

“A caneta aluetta ® é um dispositivo que foi pensado e desenvolvido para uma melhor conveniência ao paciente que realiza aplicações diárias. Isso porque o aplicador é de fácil manuseio. Assim, possibilitando a melhora na qualidade de vida” explica o head de área terapêutica para endocrinologia da Merck no Brasil, Cleber Sato.

O dispositivo tem fácil ajuste de dose, função clique de caneta e confirmação da aplicação durante e no final do procedimento. São três versões da aluetta ® , uma para cada apresentação do hormônio de crescimento da Merck: 6mg, 12mg e 20mg. A dose mínima disponível é de 0,1mg e a máxima é de 5,5mg, com incrementos de 0,1mg.

Foto e fonte: Merck

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário