fbpx

Diretor-presidente da Anvisa informa a deputados que está com Covid-19

Antonio Barra Torres entrou em isolamento social, mas segue coordenando os trabalhos da agência a distância

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, afirmou na terça-feira (15/05) que foi diagnosticado com a Covid-19. A informação foi anunciada por Barros por meio de vídeo à comissão externa da Câmara dos Deputados que analisa ações de enfrentamento à doença. O colegiado debate neste momento com dirigentes da Anvisa o cenário regulatório de kits de diagnóstico (testes) e ventiladores pulmonares.

De acordo com Barra, após apresentar os sintomas, ele foi submetido ao teste RT-PCR, que é considerado o mais confiável, o qual comprovou que ele foi infectado pelo novo coronavírus. Seguindo orientação médica, Barra entrou em isolamento social, mas segue coordenando os trabalhos da agência a distância. “Como meus sintomas me permitem trabalhar, sigo na execução do meu trabalho”, disse ele, lamentando a morte do deputado Lauro Filho, vítima de uma parada cardíaca.

Em março deste ano, Barra foi criticado pela associação dos servidores da Anvisa (Univisa) por acompanhar o presidente Jair Bolsonaro em uma manifestação contra o Congresso Nacional. Na ocasião, Bolsonaro cumprimentava um aglomerado de apoiadores, tirava selfies e adotava medidas contraindicadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no combate ao novo coronavírus. A nota de repúdio manifestava “consternação” com a atitude de Barra e destacava que a Anvisa “vem atuando de forma exemplar no cumprimento das recomendações internacionais e na colaboração junto ao SUS para preservar a saúde da população.”

Autarquia vinculada ao Ministério da Saúde, a Anvisa tem como missão “proteger e promover a saúde da população, mediante a intervenção nos riscos decorrentes da produção e do uso de produtos e serviços sujeitos à vigilância sanitária, em ação coordenada e integrada no âmbito do Sistema Único de Saúde”.

Foto: Agência Senado

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Deixe um comentário