Divisão da Roche focada em diagnósticos tem novo presidente no Brasil

Carlos Martins diz que seu propósito é o levar informação sobre a condição médica do paciente o mais rápido possível ao consultório do médico

A partir de 1º de outubro, o português Carlos Martins, atual General Manager da Roche Diagnóstica América Central e Caribe, assumirá a liderança da Roche Diagnóstica no Brasil.

Carlos Martins substitui Antonio Vergara, presidente anterior, que assumiu em 1º de julho a operação da Roche Diagnóstica na América Latina.

Martins iniciou o trabalho na Roche em 2007, na divisão Diagnóstica de Portugal, então, como Gerente de Centralized Diagnostics, passando por diversos cargos comerciais sêniores.

A saber, antes de juntar-se à Roche, passou por empresas como Johnson&Johnson, Siemens Healthineers e DuPont Pharmaceuticals.

A Roche é líder mundial e local do mercado de diagnóstico in vitro.

Os diagnósticos in vitro impactam cerca de 70% das decisões clínicas, representando, portanto, apenas 0,4% dos investimentos totais em saúde no Brasil atualmente.

Dessa maneira, o novo líder afirma que o propósito da Roche Diagnóstica é:

“Levar informação sobre a condição médica do paciente o mais rápido possível ao consultório do médico, porque é essa velocidade que garante na maioria dos casos um sucesso no tratamento.”

Digitalização

Além dos testes, equipamentos de última geração e soluções digitais, a empresa tem se dedicado clientes na automação e eficiência laboratorial. 

Desde março de 2020, a Roche Diagnóstica lançou no mercado brasileiro cerca de 10 soluções para diagnóstico de Covid-19.

Entre testes rápidos e laboratoriais de PCR, antígeno e de anticorpos, para apoiar a sociedade no controle e combate à pandemia.

A empresa foi a primeira a ter um teste de PCR com autorização emergencial da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Novo presidente da Roche fala sobre a medicina de precisão

Outro segmento desafiador que a empresa deve enfrentar é, então, o de se posicionar frente aos desafios da chamada “medicina de precisão”.

“A medicina de precisão surge numa contexto de que cada indivíduo é um indivíduo. Tem muitas coisas que temos em comum, mas quando falamos do DNA, cada humano é humano. Logo, cada tratamento tem potencial diferente. O termo medicina de precisão vem desse conceito, de que há um diagnostico que precisa ser feito e o mais cedo possível. O primeiro passou é a identificação dessa doença. Na jornada do paciente, o diagnóstica é tremendamente importante”, afirma Carlos.

Com sede na Basileia, Suíça, o Grupo Roche atua em mais de 100 países e tem, dessa maneira,  mais 100 mil funcionários todo o mundo.

No mesmo ano, a Roche investiu 12,2 bilhões de francos suíços em Pesquisa e Desenvolvimento e suas vendas alcançaram, portanto, 58,3 bilhões de francos suíços.

Fonte: Exame

Foto: Exame – / Divulgação Roche

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

1 comentário

  1. Excelente o que faltam em alguns Médicos Brasileiros, que só se preocupam em receitar remédios, sem exames e ver o verdadeiro diagnóstico, e quais os problemas que causam tantas causas , como o meu caso, de uma Pangastrite Leve e Moderada Anecóica, com Pesquisa de H.Pillory, sem acusar em laboratório a bactéria H.Pillory , estou desde outubro do ano de 2020, sentindo uma salgação terrível na boca, mesmo sem comer nada, e perdi até o apetite e o desejo de beber água que tanto gostava, pois não bebo nada a não ser água e nem fumo e sem vícios, e me tratei com diversos Médicos da especialidade Gastroenterologia e nenhum deles fecharam um diagnóstico para me curar, só ficam no resultado de duas Endoscopias realizadas até o momento com os mesmos resultados, e já esgotaram todos os remédios dos Médicos, já tomei de tudo e nada, e cuspindo sabor salgadíssimo, será que não existem outros exames, além da Ultrassonografia Abdominal que fiz e nada apresentou em duas dessas, mesmo sem ser Médico, percebo á má vontade desses Profissionais em fechar um Diagnóstico mais apurado, já que dizem ser simples meu caso, e como não me curam, já não aguento mais comer nada porque tudo não tem sabor sòmente de sal, mesmo, realizados sem sal, e já emagreci desde o Ano passado em um Ano fará em 30/10/21, 22 kilos de Peso. Tudo começou ao ir ao Médico Gastro, em 30/10/2020, e até hoje nada vários médicos e tantas receitas e só comprando remédios que não resolvem de nada, favor, me arranjem por favor, me arranjem pelo Amor que tem à Deus poderosamente, um Especialista em Gastroenterologia capaz de resolver esta questão que apresento no Estômago, que dá na Endoscopia Digestiva Alta nas duas que fiz até agora, em um ano,
    um Médico com capacidades Profissionais capaz de resolver este meu Problema e ter paz para viver feliz e poder comer e engordar, pois até os remédios que tomo causam perda de peso, por serem Inibidores de Bomba, acredito assim, que perca peso desta forma, não sou Médico e apenas Paciente doentio do estômago. necessito urgentemente de um Especialista capaz de resolver este problema do Estômago que dá na endoscopia Digestiva Alta a Pesquisa sem à bactéria H.Pillory(pesquisa negativa, para à bactéria), e sim Pangastrite Endoscópica Atrófica e Moderada, sugerida atrofia Leve neste último exame feito em 20/09/2021(numa sexta feira)

Deixe um comentário