fbpx

Drogaria Araujo fecha parceria com a Jungheinrich

O trabalho em conjunto da Drogaria Araujo com a Jungheinrich agiliza os processos internos e leva segurança e conforto para funcionários

A Drogaria Araujo, adquiriu recentemente 20 equipamentos da Jungheinrich, empresa global em soluções de intralogística.

As novas aquisições incluem 11 empilhadeiras elétricas, 8 selecionadoras de pedidos horizontal de chumbo-ácido, e também uma empilhadeira movida a combustão para serviços na área externa.

Quinta maior empresa do segmento no País, a Drogaria Araujo possui Condomínio Logístico próprio, em Contagem (MG), com Centro de Distribuição de 23 mil m².

O depósito tem mais de 22.500 endereços de armazenagem para abastecer 230 lojas em Minas Gerais e atender todo o Brasil por meio do e-commerce.

São 38 docas e 10 km de esteiras, em uma transação que envolve 40.000 endereços de picking. 

Esse volume intenso, então, já não era acompanhado pelas 18 máquinas antigas, de outra marca, que a empresa possuía.

“Com o crescimento da operação, a Drogaria Araujo compreendeu que sua logística interna necessitava de um parceiro sólido, detentor das melhores tecnologias e de um serviço de pós-venda de primeiro mundo. Nesse momento, teve início a nossa parceria”, afirma o vice-presidente da Jungheinrich para a América Latina, Vigold Georg.

“Precisávamos de equipamentos modernos, confiáveis, seguros e produtivos. Nossa operação tem uma alta demanda de picking, que acontece 24 horas por dia, seis dias por semana, em três turnos”, explica o Superintendente de Logística da Drogaria Araujo, Adalberto de Barros Correia Fontes.

Fontes complementa: “São milhares de movimentações diárias que ficaram muito mais funcionais com a chegada dos equipamentos da Jungheinrich”.

Monitoramento

Diversos produtos, como medicamentos, vacinas, cosméticos, dermocosméticos, itens de higiene pessoal e perfumaria, conveniência, alguns tipos de alimentos, suplementos, produtos infantis, linha voltada para pets e agro, mercadorias refrigeradas e até presentes são monitorados desde o seu recebimento até sua distribuição nas lojas ou entrega ao consumidor final, em um processo que acompanha também a separação e o armazenamento dos itens.

Com a tecnologia 2Shift 1Charge (2 turnos 1 carga) da Jungheinrich, a operação, com uma única bateria de chumbo-ácido, tem autonomia de até 16 horas e também uma possibilidade de 3 turnos com 0,33 baterias sobressalentes por equipamento.

Com esse ganho, a Drogaria Araujo teve uma redução significativa no número de baterias sobressalentes e no tempo dispensado para a pausa. 

“Antes, tínhamos 32 baterias extras para 18 máquinas – com a migração para a Jungheinrich, reduzimos para 13 o número de baterias reserva, e o tempo de recarga baixou para uma hora. Além disso, as reduções das trocas de baterias ampliam os cuidados com o operador”, analisa o Superintendente de Logística.

Outro quesito que pesou na escolha foi o pós-venda da fabricante alemã.

A manutenção, que antes era realizada por um técnico interno, passou a ser feita pelo serviço de assistência da Jungheinrich.

“Além da economia financeira, os episódios de quebra são muito raros e as paradas de manutenção preventiva são programadas com antecedência. Não me recordo de nenhum caso de equipamento parado por falta de manutenção”, comemora Adalberto Fontes.

Segurança e conforto para o operador

A equipe de Segurança do Trabalho da Drogaria Araujo também validou a escolha por equipamentos da Jungheinrich.

Os técnicos consideraram a redução do nível de ruído na comparação com as máquinas antigas e a garantia de um ambiente confortável e mais protegido.

Ainda no quesito segurança, a empresa adquiriu acessórios opcionais, que conferem ainda mais proteção a seus colaboradores.

A câmera e monitor de vídeo nos garfos auxiliam a elevação e armazenamento dos paletes; o Drive&Lift Plus permite maior velocidade de deslocamento da máquina e elevação da torre e o indicador de carga mostra o peso do palete na tela.

E, por fim, a telemetria permite controle total da produtividade e check-list automático. 

Entre os operadores, a opinião é de que os equipamentos da Jungheinrich são muito mais fáceis de operar, além  de também serem mais seguros e ergonômicos.

A redução de impacto nos joelhos e tornozelos é um ganho percebido no dia a dia. As movimentações dos colaboradores consistem em sentar, levantar, descer da máquina, subir de volta para a máquina, e dirigir. E essa sequência de esforços é reduzida com os equipamentos Jungheinrich. 

Como a condução é feita em pé nas selecionadoras e o acesso ao equipamento é próximo ao chão, os amortecedores dispostos na área de plataforma da máquina ajudam muito, e os movimentos dos operadores passam a ser menores, sem grandes esforços para o corpo.

Outra vantagem é o volante JetPilot, que oferece conforto de direção e operação intuitiva, na qual o corpo não se torce nas curvas, o que alivia a carga no pescoço e na coluna vertebral.

Foto e fonte: Jungheinrich

Deixe um comentário