EMS adere à campanha Novembro Azul com cores e ações de conscientização

Farmacêutica iluminará de azul sua fachada de 4 mil m² e promoverá conteúdos educativos sobre prevenção do câncer de próstata

Para alertar sobre os riscos e estimular os cuidados com a saúde do homem, a EMS adere mais uma vez à campanha Novembro Azul e promove uma série de iniciativas de conscientização sobre o câncer de próstata.

“O cuidado com as pessoas é a nossa missão e a promoção da saúde é o que move a empresa. Sabemos como é importante divulgar informação correta e alertar sobre atitudes e exame preventivos como elementos-chave para garantir mais qualidade de vida”, ressalta a gerente de Marketing Institucional da EMS, Josemara Tsuruoka.

Ações da EMS durante o Novembro azul

Uma das ações de destaque da empresa será, então, realizada em um dos cartões-postais de Campinas (SP).

A Caravela “Anunciação”, que é uma réplica da nau que trouxe Pedro Álvares Cabral e sua comitiva ao Brasil, será iluminada de azul.

A mesma iluminação tingirá a fachada de 4 mil m² da sede da EMS, localizada na cidade vizinha de Hortolândia.

Podendo, então, ser vista pelos veículos que transitarem à beira da rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença ou até a muitos metros de distância da empresa.

Os colaboradores e público externo terão acesso, via site da empresa, a um folheto eletrônico com conteúdo educativo.

Nas redes sociais, a farmacêutica também chamará a atenção para o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Já os e-mails dos colaboradores ganharão assinatura com selo do “Novembro Azul”.

“Pouco mais da metade dos nossos colaboradores é formada por homens e 31% deles têm idade acima de 40 anos, faixa etária importante para conscientizar sobre a campanha e sobre prevenção”, acrescenta Tsuruoka.

Números do câncer de próstata

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), este é o segundo câncer mais comum em homens.

Correspondendo a 13,5% de todos os cânceres no mundo, atrás, portanto, dos tumores de pele não-melanoma.

No Brasil, a doença corresponde a 29,2% dos tumores malignos em homens.

Estima-se, dessa maneira, que, em 2022, ocorrerão 65.840 casos novos de câncer de próstata no país.

O crescimento das taxas de incidência é um reflexo do aumento da expectativa de vida, uma vez que 75% dos casos ocorrem a partir dos 65 anos.

Óbitos

De acordo com dados do Ministério da Saúde (MS) apontam também que cerca de 60% das mortes pela doença se concentram entre idosos de mais de 75 anos.

E 38% entre adultos e idosos de 55 a 74 anos.

Todavia, os fatores de risco estão, portanto, relacionados com:

Histórico familiar, alterações genéticas, obesidade, sedentarismo e tabagismo.

Fonte e foto: EMS

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário