fbpx

Especialista da Natulab traz conselhos sobre vitaminas

A nutricionista da Natulab, Jordana Braga, fala sobre a melhor forma de consumir vitaminas e suplementos

Uma dica para o varejo farmacêutico agregar valor as vendas são os fitoterápicos e suplementos. De acordo com a nutricionista da Natulab, Jordana Braga, essas vitaminas atuam como cofatores de enzimas, antioxidantes ou até mesmo como hormônios, que contribuem com os processos fisiológicos de manutenção, crescimento, desenvolvimento e reprodução. Mesmo com uma alimentação adequada, vários fatores potencializam o déficit vitamínico-mineral. Assim, levando à necessidade de suplementação.

“Cada período do ciclo de vida – do nascimento ao envelhecimento – demanda um aporte específico. Uma criança não tem as mesmas necessidades de um adolescente, adulto ou idoso. Isso varia de acordo com fatores como idade, sexo, realização de atividades físicas, gravidez e amamentação”, esclarece Jordana. O consumo insuficiente de vitamina C pode diminuir a imunidade; a falta de vitamina K dificulta a fixação do cálcio nos ossos; e a redução da absorção de vitaminas do complexo B pode ocasionar fadiga.

A suplementação pode ser recomendada por motivos que incluem a ingestão alimentar insuficiente, deficiências no preparo dos alimentos, dificuldade de absorção do metabolismo ou mudanças no estilo de vida. “Indicamos, por exemplo, o consumo da vitamina C combinado com ferro, pois um potencializa o efeito do outro. As fibras atrapalham a absorção da maioria das vitaminas, devendo ser consumidas em horários diferentes. As vitaminas A, D, E e K são lipossolúveis e precisam de gordura para serem bem absorvidas. Por isso, é ideal que seu consumo ocorra no horário do almoço”, finaliza Jordana.

Foto: Shutterstock
Fonte: Assistência Farmacêutica

Deixe um comentário