Estrutura necessária para o checkout ideal na farmácia

O layout e os mobiliários estratégicos, a distribuição de acessórios, a linguagem a ser trabalhada e o gerenciamento por categorias são os pilares para que a loja tenha maior assertividade

Uma vez definido o mix de produtos do checkout, é hora de cuidar do layout e do mobiliário. A boa lucratividade desse espaço só é alcançada se os itens estiverem bem localizados, visíveis e posicionados de maneira prática, próximos aos caixas da loja. Por envolver diferentes categorias, com os mais variados tipos, cores e formatos de embalagem, a área precisa estar organizada com o mobiliário específico para facilitar a visualização dos produtos e dar subsídios ao varejista para gerenciar essa categoria com a devida inteligência.

O mais indicado é que sejam utilizados balcões com casulos frontais, inclinação correta, divisórias móveis para adequação dos diferentes tamanhos de embalagem e torre superior com acessórios adequados. Outra apresentação muito eficiente é gerenciar essa categoria em gôndolas próprias de uma ‘fila inteligente’. Criar paredões de conveniência, que formem um corredor único, obrigando todos os clientes a passar por essa categoria bonita e saborosa no caminho até o caixa é uma sugestão.

Muitos lojistas não dão a devida atenção à escolha do mobiliário, pois não enxergam os diferenciais ou a inteligência aplicada neste produto de ordem “estrutural”. Acreditam que qualquer mobiliário de outra parte da loja cumprirá a mesma função de expor os produtos. Trabalhar com mobiliários adequados e layout inteligente garante um aumento médio de 30% no faturamento de uma loja.

Outro ponto importante é ter um posicionamento estratégico dos produtos nas gôndolas. Os varejistas devem a expor os produtos de maior valor agregado nas primeiras prateleiras. Além disso, displays e expositores devem compor a visibilidade em pontos secundários da loja, criando diferentes pontos de interrupção na jornada de compra do consumidor. É também imprescindível que seja feita a correta precificação de todos os itens. Essa prática demonstra organização, padronização e ajuda o consumidor no momento de realizar sua escolha.

Com tantas variáveis que devem ser trabalhadas para se obter um checkout rentável, é possível concluir que nenhum ponto isolado faz milagre. São diversos fatores que devem se complementar para que o sucesso aconteça.

Por isso, valorizar o layout e os mobiliários estratégicos, a distribuição de acessórios, a linguagem a ser trabalhada e o gerenciamento por categorias são os pilares para que a loja tenha maior assertividade e chegue o mais próximo possível do potencial de seu ponto comercial.

Fontes: Buzatto´s; Metalfarma; Fini Brasil; e Perfetti Van Melle Brasil

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário