Mercado farmacêutico global deve movimentar US$ 1,5 trilhão até 2023

Segundo relatório do IQVIA, no Brasil, projeção é de que setor movimente de US$ 39 a 43 bi no mesmo período

O mercado farmacêutico global ultrapassará US$ 1,5 trilhão até 2023, crescendo a uma taxa de anual de 3% a 6% nos próximos cinco anos, segundo dados do The Global Use of Medicine in 2019 and Outlook to 2023″, do IQVIA, que aponta tendências e perspectivas para o setor.

De acordo com o relatório, os principais impulsionadores de crescimento continuarão sendo os Estados Unidos e os mercados farmacêuticos emergentes, com 4% a 7%; e 5% a 8% de crescimento anual composto, respectivamente.

Nos Estados Unidos, o crescimento geral dos gastos no mercado farmacêutico é impulsionado por uma série de fatores, incluindo a aceitação de novos produtos e o preço da marca, enquanto é compensado por vencimentos de patentes e genéricos. Os gastos com medicamentos no Japão totalizaram US$ 86 bilhões em 2018, no entanto, este consumo deve cair de -3 a 0% até 2023, em grande parte por causa das taxas de câmbio e da contínua aceitação dos genéricos.

Na Europa, as medidas de contenção de custos e o menor crescimento de novos produtos contribuem para uma alta mais lenta de 1% a 4%, em comparação com o crescimento anual composto de 4,7% observado nos últimos cinco anos. Os gastos farmacêuticos na China atingiram US$ 137 bilhões em 2018 e devem chegar a US$ 140-170 bilhões até 2023, mas o crescimento deve diminuir para 3% a 6%. No Brasil, os mesmos gastos alcançaram US$ 31,8 bilhões em 2018, e devem atingir entre US$ 39 a 43 bilhões em 2023.

O estudo indica, ainda, que uma média de 54 novos lançamentos de substância ativa por ano são esperados para os próximos cinco anos e dois terços deles serão produtos especiais. Ao mesmo tempo, o impacto das perdas de exclusividade nos mercados desenvolvidos deverá ser de US$ 121 bilhões entre 2019 e 2023, com 80% desse impacto, ou US$ 95 bilhões, nos Estados Unidos. Até 2023, a concorrência biossimilar no mercado biológico será quase três vezes maior do que é hoje. Isso resultará em aproximadamente US$ 160 bilhões em gastos menores nos próximos cinco anos do que se os biossimilares não entrassem no mercado.

Outros insights do mercado farmacêutico

Além destas previsões de mercado, o relatório destaca áreas que devem ser observadas. Alguns deles são:
* Expansão do uso de Bioterapêuticos da Próxima Geração (por exemplo, terapias baseadas em células, terapias gênicas e medicamentos regenerativos)
* Prescrição terapêutica digital
* Tendências na saúde global
* Avanços em inteligência artificial e aprendizado de máquina
* Expansão do uso de evidências reais na realização de testes
* Um aumento nas funções de defesa do paciente dentro da indústria farmacêutica
* Crescente influência de empresas emergentes de biofármacos
* A trajetória da epidemia de opioides nos Estados Unidos
* Uso de tecnologia e inovação para impulsionar a eficiência em grandes empresas farmacêuticas

Fonte: Guia da Farmácia
Foto: Shutterstock

Vendas de medicamentos crescem 11,7% em um ano

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário