EUA: Pfizer vai pedir liberação da vacina para crianças de 2 a 11 anos

Pedido deve ser feito em setembro junto à FDA, agência sanitária dos Estados Unidos

A Pfizer anunciou que, em setembro, deve solicitar junto, à  Food and Drug Administration (FDA), agência sanitária dos Estados Unidos, a liberação emergencial para que sua vacina contra a Covid-19 seja aplicada em crianças de 2 a 11 anos no país.

O comunicado foi feito na terça-feira (4) durante conferência com analistas de Wall Street.

A saber, testes da vacina nesta faixa etária começaram a ser feitos em março deste ano.

A empresa certamente já comprovou que o imunizante é seguro para pessoas de 12 a 15 anos.

E, portanto, aguarda a liberação de emergência para aplicar o imunizante em pessoas desta idade no país.

Dessa maneira, a resposta da agência norte-americana está prevista para o início da próxima semana.

Além disso, a Pfizer também afirmou que espera concluir, no início de agosto, os ensaios clínicos sobre a segurança do imunizante em mulheres grávidas.

No Brasil

Aqui, a vacina foi a primeira a obter, no dia 23 de fevereiro, o registro definitivo concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No entanto, a vacina só começou a ser aplicada no país nesta semana, depois que o primeiro lote com 1 milhão de doses chegou no dia 29 de abril. 

Todavia, a maior parte do lote comprado pelo governo federal será entregue somente no terceiro trimestre de 2021.

Serão, portanto, 84 milhões de doses neste período, de acordo com cronograma do Ministério da Saúde(MS).

Em maio, o país deve receber mais 2,5 milhões, e em junho, outras 12 milhões.

A vacina da Pfizer, desenvolvida portanto em parceria com a empresa de biotecnologia alemã BioNTech.

É aplicada em duas doses, com intervalo de três semanas entre elas.

E também foi a primeira aprovada para uso em países do Ocidente (Reino Unido), estando entre os imunizantes com a maior taxa de proteção contra a covid-19, com eficácia global de 95%.

Vacina da Pfizer é enviada aos estados para aplicação da 1ª dose 

Fonte: R7

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário