fbpx

Fábrica da Sandoz prevê alta de 25% na produção

Expectativa da divisão de genéricos e biossimilares da Novartis, a Sandoz, é ampliar o volume de produção de 64 milhões de caixinhas em 2018 para 80 milhões

A planta da cidade de Cambé (PR) mantida pela Sandoz, divisão de genéricos e biossimilares da Novartis, projeta terminar o ano com incremento de 25% na produção. Desse modo, a expectativa é ampliar o volume de 64 milhões de caixinhas em 2018 para 80 milhões. A unidade na Região Metropolitana de Londrina completou 15 anos em 2019.

A Sandoz emprega 570 funcionários e colaboradores na fábrica. São 450 diretos e 228 prestadores de serviços. A unidade representa R$ 400 milhões em vendas ao ano. “Estamos crescendo bastante nos últimos anos com a transferência de produtos que fizemos das plantas da Alemanha, da Índia e da Eslovênia. Desde 2012 começamos a participar de processos de licitação. Além disso, estamos com crescimento de 10% ao ano”, comenta o diretor da planta da Sandoz, Bruno Petenuci.

De Cambé, 95% da produção é direcionada ao mercado brasileiro e 5%, para exportação com destino à América Latina e à Europa.

Leia também: Sandoz compra unidade genérica da Aspen

Foto: Shutterstock
Fonte: Assistência Farmacêutica

1 comentário

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: