Destaques & lançamentos

Farma Ventures e Proffer visam impactar o ecossistema farmacêutico por meio da inteligência artificial

Visando trazer ainda mais rentabilidade ao varejo farmacêutico, a corporate venture builder incorpora em seu portfólio a startup com foco em minimizar perda de receitas

A Farma Ventures, primeira corporate venture builder do varejo farmacêutico no Brasil, ampliou seu portfólio e captou mais uma startup do setor, a Proffer.

O objetivo desenvolver o trabalho de empresas que atuam nesse segmento, permitindo a resolução dos principais problemas que impactam o dia a dia das redes de farmácias. 

Em dois anos de atuação, a Farma Ventures conta com oito startups em seu portfólio.

Ao todo elas já receberam mais de R$ 2,1 milhões de investimento captados em rodadas de investimento, elevando, então, o valuation da venture builder para a casa dos R$ 45 milhões.

Tecnologia

A grande dificuldade das farmácias é aumentar a margem sem perder clientes para a concorrência.

Para isso, o uso da tecnologia, como a inteligência artificial (IA), é inquestionável.

Esse apoio ajuda a melhorar o posicionamento de preços de medicamentos no mercado e a determinar os melhores valores seguindo variáveis que impactam o negócio.

Como por exemplo, preço da concorrência e os índices da inflação.

Diante disso, o posicionamento das farmácias é fundamental para diferenciar-se frente à concorrência.

A Proffer, startup da carteira da Farma Ventures, atua nessa necessidade.

A companhia oferece uma plataforma inteligente com algoritmos que sugerem os preços mais adequados para cada produto individualmente, seguindo variáveis de mercado e o histórico da base do negócio.

Para evitar a perda de receitas, a Proffer sugere a aplicação de testes de aumento, que permite gerar um equilíbrio entre os produtos ao reduzir o preço de determinados itens e manter ou até aumentar em outros.

“Há itens que são mais elásticos, que respondem mais ao preço — se aumentar, todo mundo vai embora — e tem itens que são menos elásticos. Ao rebalancear o seu kit de vendas, você consegue aumentar alguns preços e manter outros constantes. Nesse meio tempo você consegue fazer todo o repasse de custo, manter a margem e, se possível, ganhar receita”, explica o CIO e cofounder da Proffer, Vinícius Pantoja.

Rebalanceamento

É preciso tomar cuidado para balancear a margem adequadamente.

Não se trata apenas de tirar de um produto para colocar em outro, é preciso repassar todo o custo e ainda gerar lucro.

Esse tipo de rebalanceamento, que entra no conceito de elasticidade, é a proposta para poder fazer a recombinação do kit. As farmácias conseguem aumentar o preço de produtos que são mais inelásticos.

Nesse processo de potencializar os resultados e garantir maior qualidade dos serviços de suas startups, a Farma Ventures atua buscando empresas promissoras que promovam impacto socioeconômico com seus produtos e serviços e que precisam de apoio para crescerem ainda mais.

corporate venture builder atua como cofounder da startup e assegura apoio intelectual, relacional e estratégico.

Vantagens da parceria

Por meio da parceria, as soluções ampliam seu acesso ao mercado farmacêutico e a fundos de investimento, têm melhorias nos processos administrativos, de marketing e de vendas e ajudam na validação do produto. 

“A Farma Ventures caminha lado a lado com as startups, viabilizando os processos necessários a elas. Com a Proffer não é diferente. Com ela e por ela, estamos trabalhando em prol de soluções que potencializam e inovam a gestão do varejo farmacêutico, bem como tenham enorme potencial de crescimento”, explica, então, o COO da Farma Ventures, Giovanni Oliveira.

Fonte: Farma Ventures

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário