Foco na jornada do cliente foi um dos principais tópicos do fórum “O Negócio do Varejo”

O fórum “O Negócio do Varejo” trouxe cases de empresas que ressignificaram seus propósitos de mercado e hoje oferecem experiências diferenciadas no varejo

Na manhã de quarta-feira (28/08), aconteceu o fórum “O Negócio do Varejo”, na Latam Retail Show. O fórum foi ministrado pelo CEO da Brain Box Design, Zeh Henrique Rodrigues. O especialista em branding trouxe cases de empresas que ressignificaram seus propósitos de mercado e hoje oferecem experiências diferenciadas no varejo.

“Todo segmento tem algum problema, mas é difícil para a empresa olhar para ele e admitir. O que fazemos é identificar esses problemas e transformá-los em novas experiências nas jornadas de consumo, quebrando paradigmas e o status vigente”, explicou Rodrigues.

No mesmo dia também aconteceu o último dia do 9º Congresso de Marcas Próprias promovido pela Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização (ABMAPRO). O painel abordou “Como a oferta de produtos aliada à estratégia pode atender às necessidades do consumidor final”. O debate foi feito pelo diretor de varejo, Renato Giarola, pelo diretor da Village, Reinaldo Bertagnon, e pelo head de novos negócios da Daymon, Aparecido Borgui.

Borgui afirmou que as marcas, antes de chegarem ao mercado, precisam ter um entendimento do consumidor. Assim, é necessário realizar estudos, pesquisas e testes no ponto de venda (PDV). “Ter uma marca própria não acontece de um dia para o outro e o varejo tem dificuldade de entender esses prazos”, comentou.

Cuidados com a saúde no fórum “O Negócio do Varejo”

Finalizando o evento, o fórum também recebeu o preparador físico, Márcio Atalla. Ele palestrou sobre saúde e bem-estar e a urgência de inserir hábitos mais saudáveis na rotina dos brasileiros. O especialista trouxe dados preocupantes sobre a situação do País. Um exemplo foi o comparativo que, na década de 80, 13% da população estava acima do peso; atualmente são 53%. A falta de movimento e maus hábitos alimentares são responsáveis por até 80% das doenças da população. Além disso, 40% dos casos de câncer são causados pela falta de atividade física.

“Nossos hábitos vêm mudando completamente nos últimos anos. Comemos mais que o necessário, não nos movimentamos o suficiente e não dormimos o tempo certo, ou da maneira correta. Nos últimos anos, o brasileiro perdeu uma hora e 50 minutos de seu tempo de sono, além de estar mais estressado e depressivo. Por isso é extremamente importante se movimentar. Afinal, quem se movimenta sente a melhoria em todos os aspectos”, disse Atalla.

O preparador também comentou que se movimentar não está atrelado à ida à academia ou correr no parque. Se movimentar está atrelado a atividades como subir escadas, andar distâncias que seriam feitas de carro, fazer uma atividade em grupo, tudo é válido. Porém, é necessário repetição e memória, para a atividade se tornar um hábito. “Nosso cérebro é uma máquina superpotente de poupar energia. Por isso, precisamos ensiná-lo e treiná-lo que o movimento também é importante. Contudo, só fazemos isso praticando”, concluiu.

Foto: Latam Retail Show
Fonte: Guia da Farmácia

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário