Fusões e aquisições na indústria farmacêutica aumentam 71%

Empresas movimentaram altos níveis de investimento em fusões e aquisições no primeiro trimestre, como a Novo Nordisk e a Johnson & Johnson

As fusões e aquisições na indústria biofarmacêutica atingiram um valor total de US$ 43,5 bilhões, ou seja, um aumento de 71% no primeiro trimestre de 2024 na comparação com mesmo período de 2023, segundo a GlobalData.

“A recente recuperação nas fusões e aquisições biofarmacêuticas sinaliza um retorno na confiança na negociação, à medida que as grandes empresas farmacêuticas também procuram mitigar os desafios, como a Lei de Redução da Inflação e as próximas expirações de patentes”, disse Alison Labya, Analista de Fundamentos de Negócios da GlobalData.

Negócios bilionários

O maior acordo relatado no primeiro trimestre de 2024 foi a aquisição de US$ 16,5 bilhões da Novo Nordisk, por meio da sua controladora Novo Holdings, da Catalent, com sede nos EUA, em fevereiro.

Já a farmacêutica Gilead Sciences adquiriu a norte-americana CymaBay Therapeutics, em março de 2024, num acordo de US$ 4,3 bilhões.

“As empresas que desenvolvem conjugados anticorpo-droga (ADCs) e radiofármacos atraíram altos níveis de investimento em fusões e aquisições, continuando no primeiro trimestre de 2024, à medida que as grandes empresas farmacêuticas procuram reabastecer os portfólios com as classes de medicamentos mais procuradas”, disse Labya.

A Johnson & Johnson adquiriu a ADC Ambrx Biopharma, com sede nos EUA, por US$ 2 bilhões em março.

Por sua vez, a AstraZeneca também anunciou no mesmo mês a aquisição da empresa radiofarmacêutica Fusion Pharmaceuticals por US$ 2 bilhões.

Áreas em destaque

Oncologia foi a principal área de terapia para negócios de fusões e aquisições no primeiro trimestre de 2024, com um valor total de negócio de US$ 29 bilhões.

No entanto, as fusões e aquisições focadas em imunologia tiveram o maior crescimento no período, com um aumento de 314% no valor do negócio, totalizando US$ 14 bilhões.

Fonte: Fusões & Aquisições

Foto: Shutterstock

Leia mais

Novo Nordisk compra Cardior Pharmaceuticals

Deixe um comentário