“Imunização e vacinação” marcam o Dia Mundial da Saúde no País

Baixa cobertura vacinal foi responsável pela volta de doenças já erradicadas, como o sarampo

No Dia Mundial da Saúde, celebrado ontem (07), o Ministério da Saúde (MS) fez um alerta sobre a importância da vacinação e imunização para evitar a volta de doenças já erradicadas no mundo. O tema escolhido pelo País neste ano, se deve ao registro de baixas coberturas vacinais que permitiram o reaparecimento de doenças que já estavam eliminadas em território nacional, como o sarampo.

O atual governo iniciou a gestão com taxas de imunização baixas, incluindo contra o sarampo. A vacinação contra o sarampo, por exemplo, atingiu um pico em 2003, mas, no geral, vêm caindo ano a ano, até chegarem próximo a 80% no ano passado, patamar longe da meta de, no mínimo, 95%. Por isso, pela primeira vez, o Governo Federal estabeleceu a vigilância e vacinação como meta prioritária de governo.

No Dia Mundial da Saúde, o MS também ressalta que todas as vacinas distribuídas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) são seguras. Elas passam desde o processo de produção por avaliação de qualidade e segurança. Além disso, por validação e aprovação de instituto reguladores e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Farmácias que querem adotar o serviço de vacinação precisam ficar atentas às determinações da resolução (RDC) nº 197/2017, da Anvisa, que define os requisitos mínimos para o funcionamento destes serviços. Quanto à estrutura física todo estabelecimento de saúde deve conter: uma área de recepção, sanitário e sala de vacinação que deve ter pia, bancada, mesa, cadeira e uma caixa térmica de fácil higienização. Essa caixa térmica precisa garantir a temperatura ideal, além de ter um equipamento de refrigeração exclusivo para esta finalidade.

O Dia Mundial da Saúde no mundo

O tema escolhido pela Organização Pan-Americana da Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), para a campanha do dia Mundial da Saúde de 2019 foi “Saúde para todas e todos. Em todos os lugares”.

Os organismos internacionais chamam a atenção para a importância da saúde universal – que significa garantir que todas as pessoas e comunidades tenham acesso aos serviços de saúde sem qualquer forma de preconceito e sem sofrerem dificuldades financeiras.

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Conheça as vacinas contra gripe aprovadas para 2019

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário