PDV

Inaladores e soros fisiológicos têm grande procura nas farmácias

Dos soros fisiológicos aos inaladores e vaporizadores, as farmácias já contabilizam um aumento considerável de venda de uma semana para outra devido ao tempo seco

O tempo seco, dentro e fora de casa, tem levado os pais às farmácias em busca de itens que possam aliviar a secura nas narinas, principalmente de bebês e crianças: as maiores vítimas da baixa umidade. Dos soros fisiológicos aos inaladores e vaporizadores, as farmácias já contabilizam um aumento considerável de venda de uma semana para outra.

O farmacêutico Jefferson Hernani Pinheiro comenta que as pessoas procuram muito pelo soro fisiológico, por exemplo, para ajudar na hidratação e limpeza das narinas e dos olhos, que costumam ficar secos nesta época do ano. Com unidades a partir de R$ 3,20, eles podem ser usados por adultos e crianças. “O produto serve para aliviar a sensação de secura. Muitos pais procuram o produto para a inalação das crianças para que consigam respirar melhor”, diz o farmacêutico.

E, se os soros estão em alta, os inaladores e vaporizadores de ambiente também tiveram grande procura.

Podendo ser usados tanto no inverno quanto no verão, os inaladores ajudam a umidificar o ambiente. “A temperatura tem ficado muito quente e, sem chuva, fica realmente difícil de respirar. Mas, se a pessoa utiliza os aparelhos corretamente, a casa fica mais agradável. Até o soro em spray ajuda a aliviar a respiração em dias muito quentes e secos”, comenta a farmacêutica, Geovana Coelho Lourenço.

A importância do soro fisiológico

O soro fisiológico, também conhecido por cloreto de sódio a 0,9%, é uma solução salina esterilizada. Ele é utilizada para fazer perfusões na veia em casos de diminuição de líquidos ou sal no organismo, limpeza dos olhos, do nariz, queimaduras e feridas ou para fazer nebulizações.

A inalação feita somente com ele ajuda nas crises de catarro, rinite ou sinusite e não tem contraindicação. É muito usado para lubrificar as vias aéreas e, quando combinado com uma boa hidratação e com o uso de soro nasal, faz com que o muco fique menos espesso.

O produto não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade ao cloreto de sódio ou qualquer outro componente do produto. Além disso, o soro fisiológico não deve ser utilizado de forma intravenosa em pacientes com hipernatremia, insuficiência cardíaca descompensada, insuficiência renal ou inchaço generalizado.

Foto: Shutterstock
Fonte: Jornal de Jundiaí

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário