Índice de 66% no abandono de carrinho aponta que este pode ser um dos grandes vilões do varejo online

Dificuldades com o cadastro, problemas na página e falta de checkout transparente podem afetar vendas no período mais esperado pelos e-commerces

De acordo com levantamento da consultoria de e-commerce e marketing digital Enext, a taxa média de abandono de carrinho de compra no Brasil é de 61%. Em 2020, a porcentagem de desistência chegou a 71%.

No mundo online, com milhares de lojas virtuais e promoções aparecendo a todo momento na tela do computador ou celular, é mais comum do que se imagina a desistência de uma compra.

Alguns problemas técnicos, como dificuldade no cadastro, são fatores que interferem diretamente na decisão de quem está prestes a concluir um negócio.

E, infelizmente, acabam “espantando” uma potencial venda.

Considerar esses aspectos é fundamental para proporcionar uma experiência satisfatória e, assim, evitar que a confiança do cliente seja abalada.

Em primeiro lugar, é preciso evitar as “surpresas” desagradáveis.

É preciso ter atenção com o equilíbrio entre valor dos produtos e do frete praticado.

Uma desproporção pode, então, assustar o cliente na hora de finalizar a compra, podendo levá-lo a desistir do negócio.

Por isso, é necessário oferecer um preço justo em relação ao frete, disponibilizando opções de entregas ou apostando em presentes e buscando agregar valor ao pedido.

Layout

Outro erro que precisa ser evitado é a complexidade no momento de fazer um cadastro na loja virtual.

O layout precisa ser intuitivo, pois oferece experiência durante a compra e localiza o produto desejado sem atritos ou confusões.

Somado a isso, é importante uma boa estética, que seja intuitiva e com os dados da empresa e canais de atendimento sempre visíveis para transmitir segurança.

Formas de pagamento

Também é preciso oferecer opções de pagamento aos clientes.

É preciso disponibilizar o máximo de opções, como PIX, boleto e cartões de crédito de diversas bandeiras para que o cliente se sinta confortável para escolher como prefere finalizar a compra, ampliando as chances de conversão.

O lojista ou farmacista pode e deve utilizar a tecnologia a seu favor para contornar a situação.

Os dados são as bases para as campanhas, porém, é preciso usá-los de forma coerente e inteligente, e respeitando a LGPD.

Uma das opções é a aplicação de técnicas de machine learning. Com a ferramenta é possível prever padrões e tendências, assim é possível definir quais processos podem ser modificados ou eliminados durante a compra.

“É importante entender em qual parte da compra o abandono de carrinho acontece. Por isso, a utilização de dados como fonte de informações possibilita ao empreendedor entender se o consumidor abandonou o carrinho no pagamento ou em algum outro momento. Assim, utilizar informações da base permite focar esforços em solucionar um problema específico”, explica a diretora comercial e de Marketing da Yapay, Natália Tukoff.

Checkout

O checkout transparente é outra opção para facilitar a venda,.

Pois os consumidores não precisam migrar para o site do processador de pagamentos para concluir a compra.

Isto evita os pontos de fuga durante a finalização da compra, além de aumentar a confiabilidade do comprador.

Para oferecer os recursos que evitem o abandono do carrinho, é importante analisar as soluções especiais disponíveis no mercado que se adequem à necessidade de cada negócio.

Uma destas soluções está nos intermediadores de pagamento.

Tais como a Yapay, plataforma de pagamentos da Locaweb, que já atua no mercado há mais de uma década e pode ajudar nesse quesito.

Fonte: Yapay
Foto: Shutterstock
Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário