Inteligência Artificial poderá fazer a diferença no mercado farmacêutico

Discussão ganha força com a chegada da primeira CVS no Brasil

A tecnologia está presente em todos os setores e não é diferente para o mercado farmacêutico. Para discutir o assunto, aconteceu hoje (18/07), na capital paulista, o Worshop Retail Farma Brasil – Desenvolvimento de Categorias no Mundo da Inteligência Artificial. O evento é realizado pelo Grupo Enter Varejo, em parceria com a ESPM, a IQVIA e a RPLLIMA.

O primeiro palestrante do dia, o diretor de negócios de Consumer Health da IQVIA, Rodrigo Kurata, falou sobre algumas das principais mudanças na relação entre o varejo e o consumidor. Agora, o shopper é mais bem informado e está no centro das atenções. Para lidar com isso, a indústria precisa se adaptar, acelerar a inovação e investir em insights.

São esses insights e necessidades que levaram o professor da ESPM, Alexandre Marquesi, a mostrar algumas das tecnologias mais inovadoras para ajudar no Gerenciamento por Categorias (GC). É o caso de um software que simula a loja antes de ela ser montada e convida consumidores a visitá-la com realidade aumentada. Ou seja, todo o  teste é feito antes de o estabelecimento ser construído.

As discussões tornam-se ainda mais importantes em um momento de abertura de novas lojas por todo o Brasil. É o caso da Onofre da Rua Pamplona (na capital paulista) que está em reforma para a abertura da primeira CVS no Brasil. O espaço terá dois andares e a expectativa é de que algumas das tecnologias já implantadas pela rede nos Estados Unidos cheguem ao mercado brasileiro.

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário