InterPlayers lança plataforma “Início de Tratamento Digital”

A plataforma tem como objetivo prover à indústria farmacêutica o atendimento de todas as exigências sobre a correta utilização de medicamentos de maneira transparente e controlada

 O Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovou o uso da telemedicina em caráter emergencial devida a pandemia da Covid-19, e, diante dessa oportunidade, a InterPlayers, hub de negócios da saúde e bem-estar, criou a plataforma “Início de Tratamento Digital”, cujo objetivo é prover à indústria farmacêutica o atendimento de todas as exigências sobre a correta utilização de medicamentos de maneira transparente e controlada.

E também aliada ao conceito de acesso e experimentação efetiva de um produto para avaliação da adaptação do paciente ao tratamento prescrito.

A mecânica é simples, o médico faz a prescrição e o paciente se cadastra na plataforma e retira por um preço simbólico uma unidade do produto em uma farmácia credenciada.

Com o avanço da pandemia do novo coronavírus, muitas práticas que antes eram feitas presencialmente passaram a ser híbridas ou digitais.

A relação médico-paciente, por exemplo, se transformou com a telemedicina e teleconsulta, assim como o relacionamento entre indústria farmacêutica e profissionais de saúde:

Anteriormente o trabalho dos representantes comerciais era realizado pessoalmente, agora é feito remotamente ou de maneira híbrida.

Adaptações

Diante desse cenário, o processo de experimentação de novos produtos para médicos e pacientes teve de se adaptar.

E garantir, assim, o acesso a inícios de tratamento que assegurem o processo de experimentação e adaptação dos medicamentos se tornou um desafio.

Além da gestão de todo o processo, há também a garantia do benefício somente para a experimentação e a dispensação na farmácia seguindo regras, padrões e exigências já existentes e conhecidas referente à receita médica.

Outro ponto importante é a garantia de correta armazenagem, rastreabilidade e controle de toda a cadeia do produto através de um processo logístico de distribuição também já existente.

Assim como o relacionamento médico-paciente e representante-médico está evoluindo para os meios digitais, o acesso a um início de tratamento também está acompanhando essa evolução.

Rompendo, assim, barreiras de distância e proporcionando o acesso para todos os pacientes.

E aos profissionais, então, a manutenção da escolha dos tratamentos mais adequados para cada caso, com custo e capilaridade até então pouco prováveis de serem alcançados.

Interplayers oferece serviço com o conceito de Data & Analytics para necessidades do mercado farmacêutico 

Fonte: Interplayers

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário