Interplayers orienta farmácias na implantação da LGPD

Sancionada em agosto de 2018, a lei estabelece regras sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais, impondo penalidades para quem não cumprir

Chegou a vez do Brasil contar com sua própria Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD – nº12.079/2018. Inspirada no General Data Protection Regulation (GDPR) europeu, a nossa LGPD entrou em vigor em agosto de 2020.

Mas o que é a LGPD?

Sancionada em agosto de 2018, a lei estabelece regras sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais. Assim, impõe mais proteção e penalidades para quem não cumprir.

Desse modo, desde sua entrada em vigor, muitas farmácias procuraram se adequar à nova lei e a Interplayers pode ajudar.

A lei, que define os cuidados que as empresas precisam ter ao pedir o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do clientes e também como dar aceite nos termos dos programas, deve ser seguida com atenção pelas farmácias.

A Interplayers orienta que:

  • Para atender a lei, os programas de desconto podem pedir que os consumidores deem um aceite nos termos de participação.
  • Quando o consumidor chegar na sua farmácia para comprar um produto de um programa da indústria, você solicita o número do CPF, explicando que é para ter acesso ao melhor desconto e promoções, como já acontece hoje.

A grande novidade é que, durante o atendimento, pode aparecer uma mensagem na tela da ação, pedindo que o consumidor de um aceite nos termos do programa.

Interplayers orienta sobre como adotar a LGPD na sua farmácia

Existem alternativas diferentes desse aceite, que podem variar de um programa para o outro. Mas não se preocupe, por que importante é saber como tratar cada um.

Então, vamos aos formatos sugeridos pela Interplayers:

  • Primeira opção: é possível que apareça um QR Code na tela, assim, você deve pedir ao consumidor que aproxime o celular com a câmera ativada, para então fazer a leitura e prosseguir com o aceite do termo.
  • Segunda opção: o aceite por meio do endereço de internet é utilizado em todos os programas. Caso ele apareça, anote o endereço que aparece na tela para que o cliente faça o acesso em seu próprio celular e prossiga com o aceite do termo.
  • Terceira opção: em alguns casos, o cliente também poderá dar o aceite telefonando para o número 0800 que você deve informar, mas essa alternativa não estará disponível para todos os programas.
  • Quarta opção: também é possível que apareça um campo na tela, onde você deve informar o telefone do cliente, para que ele receba um SMS. A partir dele, o aceite poderá ser dado.

Entretanto, em todas as opções de aceite, o consumidor informa o número do CPF do telefone. Então, precisa-se seguir até o fim do termo, para que o botão “aceito” seja ativado.

Se o consumidor não clicar no botão de aceite, o processo não será finalizado.

Assim, após o aceite do consumidor, continue o atendimento normalmente, porque todo o processo já estará dentro das regras da LGPD, trazendo toda a segurança para o seu cliente e para a sua farmácia!

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário