Intolerância à lactose é mal bastante comum

Pessoas podem apresentar níveis diferentes do problema

Não é incomum ver pessoas reclamando de sintomas como dor na barriga, gases e diarreia. Essas são algumas das características de quem tem intolerância à lactose, doença diferente da alergia à proteína do leite, doença mais rara e que exige cuidados diferentes.

Os sintomas começam, geralmente, de meia hora a duas horas depois da ingestão de alimentos ou bebidas que tenham lactose. Existem três tipos de intolerância à lactose:

Primária: é o tipo mais comum e ocorre porque, na medida em que a dieta varia, o corpo diminui a quantidade de lactase produzida. Com o tempo, isso pode levar à intolerância à lactose.

Secundária: causada por alguma doença ou ferimento.

Congênita: quando a pessoa nasce com o problema.

A intensidade dos sintomas pode variar de acordo com o grupo de alimento ingerido e com a presença de lactose nele. No grupo 1 estão os alimentos com alto teor de lactose (de 5% a 50%), como leite de vaca, leite em pó, leite condensado, sorvetes a base de leite e queijo ricota. No grupo 2 estão aqueles com teor intermediário (2% a 3%), como iogurte e coalhada caseira e, por fim, os itens com baixo teor de lactose (de 0,01% a 2%), como queijo minas, mussarela, prata, parmesão e manteiga.

Fonte: Espaço Farmacêutico

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário