Lilly: veja comunicado oficial sobre fechamento da fábrica no País

Planta de manufatura e embalagem no Brasil encerrá atividades nos próximos três anos

A fim de realinhar as atividades de manufatura de produtos sólidos, que incluem comprimidos e cápsulas, a Lilly deve finalizar as operações da planta de manufatura e embalagem no Brasil nos próximos três anos. Segundo comunicado da empresa enviado para a imprensa, está operação faz parte de uma continuação dos esforços nos últimos anos para equilibrar a capacidade de produção com as necessidades do portfólio, que incluem um número crescente de produtos biológicos, além da perda de patentes de produtos sólidos orais.

Além disso, a planta de produção de medicamentos sólidos da Lilly em Madri, na Espanha, deixará de fabricar medicamentos e focará as atividades na embalagem de produtos vendidos fora dos Estados Unidos. Já a fábrica de Porto Rico será a responsável por produzir os medicamentos sólidos orais.

Como resultado desta decisão, a Lilly prevê o impacto em 100 posições de trabalho na fábrica do Brasil nos próximos dois a três anos. Alguns funcionários na fábrica de Madri também serão afetados, no entanto, a maioria dos colaboradores desta planta trabalha nas operações de embalagem.

Ainda segundo a Lilly, a parte administrativa e de vendas da afiliada brasileira não sofrerá impacto desta decisão e continuará a operar normalmente. O companhia reforça que Brasil continua a ser um mercado importante, com expectativas de crescimento nos próximos anos. Em 2018, a Lilly realizou seis lançamentos no País, com um crescimento de 22% em relação a 2017.

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

Entenda os impactos da artrite reumatoide

 

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário