Liminar permite que farmácias voltem a operar com o Hilab

Liberação da Justiça Federal reafirma que a RDC 44 não proíbe Hilab em farmácias e drogarias, o que permite que um maior número de pessoas continuem acessando esses estabelecimentos como centros de saúde

O Excelentíssimo Desembargador do Egrégio Tribunal Federal da 1ª Região, Dr. Jirair Aram Mereguiam, concedeu Liminar permitindo que as farmácias e drogarias de todo o Brasil continuem operando e prestando serviço com o Hilab. Desse modo, a decisão coloca fim ao ofício divulgado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que limitava a utilização do Hilab em farmácias. Essa liberação da Justiça Federal reafirma, igualmente, que a RDC 44 não proíbe o Hilab em farmácias.

O CEO da Hi Technologies, Marcus Figueredo, entende que o cenário representa a dificuldade que a empresa vem enfrentando. Afinal, o Hilab foi desenvolvido com o objetivo não apenas de acelerar o resultado, como também de democratizar o acesso por meio de valores acessíveis aos pacientes. “Representamos o novo e é natural que os players estabelecidos fiquem receosos. Agora pretendemos ser ativos e ajudar a Anvisa com a agenda regulatória para garantir que o TLR no Brasil seja implementado da melhor maneira para todos.”

Benefícios do Hilab em farmácias

O diretor médico da Hi Technologies, Bernardo Almeida ressalta que com essa liberação, um maior número de pessoas poderá continuar acessando a farmácia como um estabelecimento de saúde, já que esse é um dos ambientes mais democráticos e de fácil acesso à população.

O Hilab segue padrões de qualidade, com certificação da ABNT NBR ISO 9001:2015 e ISSO 13485:2016. Primordialmente, essas certificações indicam que a empresa fornece produtos que atendem aos clientes e aos requisitos regulatórios, em consonância com a RDC 302/2005. Além disso, a empresa dispõe de um laboratório clínico no qual as informações colhidas pelo Hilab são analisadas. O referido laboratório possui Licença Válida sob nº 05.985/2018 perante Vigilância sanitária Municipal de Curitiba. É inscrito no de controle de qualidade externo da Controllab, que fornece os controles internos e externos de qualidade do Hilab, atestando sua qualidade e segurança.

Foto: Shutterstock

Proibição do Hilab teria sido um retrocesso

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário