Linx e DB1 desenvolvem primeiro app em SaaS para farmácias

Ferramenta pioneira em nuvem no setor melhora experiência do usuário e gestão de vendas no setor farmacêutico

A Linx desenvolveu o primeiro aplicativo SaaS para o segmento farmacêutico, o Linx Farma Cloud, totalmente em nuvem.

A inovação, então, é uma ferramenta automatizada em nuvem para o setor farmacêutico.

Permitindo, dessa maneira, uma melhor gestão do negócio por meio do acesso facilitado.

Que pode, então, ser de qualquer lugar a qualquer instante.

“No início deste processo, foi identificado que as principais dores do cliente eram a melhoria da experiência do usuário e agregar novas funcionalidades para melhor gestão das vendas, financeiro, precificação e produtos controlados pela Anvisa. O varejo farmacêutico tem muitas particularidades e burocracias importantes que precisavam estar integradas no sistema de forma automatizada e em nuvem“, disse o Gerente de Projetos da DB1 Global, Vinicius Carvalho de Souza.

O Spp SaaS para as farmácias é dividido em dois sistemas

Um mais simples, para ser usado na farmácia, com enfoque em pedidos, fechamento, recebimento na frente de caixa, TEF, pagamentos com cartão e dinheiro, entre outras funcionalidades;

E o outro com enfoque em retaguarda, onde é feita a entrada de mercadorias, ajustes no estoque, devoluções, contas a pagar e receber.

“Era algo que faltava na gestão de farmácias e que o setor ainda não tinha conseguido endereçar”, explica, então, o gerente do segmento de farmácias da Linx, Leandro Ruggero.

Uma das primeiras entregas de valor realizada pelo time de experiência do usuário (UX) da DB1 foi uma nova versão do dashboard no sistema, desenvolvido em Java e Angular.

“Isso trouxe uma nova proposta para disponibilizar informações de gestão de forma simples e agradável para acompanhamento da alta direção e tomada de decisão”, comenta Vinicius.

Outra entrega de valor foi a nova experiência de usabilidade, também elaborada pelo mesmo time.

Visando também facilitar o registro, conferência e envio para Anvisa dos produtos controlados pelo farmacêutico.

Além disso, desenvolveram também novos relatórios financeiros e de vendas.

Com as evoluções, Ruggero acredita, contudo, que o momento agora é de escalar o produto e até faz projeções.

“Com o apoio que a DB1 continua nos fornecendo, queremos alcançar a meta de ter até 3 mil farmácias usando o sistema até o final do próximo ano”, finaliza.

Varejo farmacêutico cresce com investimento em tecnologia mobile 

Fonte: DB1 Global Software

Foto: Shutterstock

Indique para um amigo ... Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe um comentário